sábado, 16 de fevereiro de 2013

Desculpas e Capítulo :D:

Heeeeeeeeeeey gente, voltei, depois de muitos meses e muitos ocorridos. Bom, alguns de vocês podem querer me espancar pela falta de profissionalismo ou por não ter voltado antes, alguns provavelmente que liam a história com tédio ficaram felizes, e alguns amigos até talvez desistiram da leitura, mas enfim, antes de mais nada eu vou pedir desculpas a todos, e sinto muito mesmo não ter voltado antes. Hoje também não daria para postar aqui, mas eu acho que devo a vocês isso, e bem, vou listar alguns dos motivos pelos quais eu não regressei ao blogger (se você não se importa, role a tela e leia o capítulo):


  • Primeiramente, eu fiquei duas semanas sem postar aqui devido a estar estudando pra conseguir uma bolsa de estudos para 2013 (eu cursarei o 1º ano do ensino médio esse ano, e meus pais queriam que eu conseguisse algo...)
  • Após estudar, tentei a prova para três escolas e infelizmente, só consegui bolsa em uma, e parcial, não integral. (meus pais não gostaram muito das promessas da escola e resolveram que eu não estudarei lá)
  • Quando ficou entendido que eu não estudaria em nenhuma delas, e isso foi 28/12, meu pai resolveu que iríamos visitar a minha irmã, que mora em Búzios/RJ. Retornamos a minha cidade 31/12. PS: Sem internet disponível para eu utilizar.
  • Comemoração de ano novo e tal.
  • Eu estava sentindo muitas dores na coluna e nos dentes, e foram praticamente 7 dias de exames médicos.
  • No dia 18/1, um parente meu sofreu um acidente e no dia 22/1, não resistiu. Algum tempo de luto para toda a família.
  • Dia 01/2, meu pai resolveu que eu estava muito 'preguiçosa' em casa e resolveu me tirar a internet. Levava o modem com ele para o trabalho todos os dias e só me entregava de noite. Às vezes rolava um desconto, mas eu dava preferencia a entrar em alguma rede social para explicar aos meus amigos com quem não mantenho muito contato pessoalmente.
  • Dia 07/2, aniversário da minha mãe, comemoração:08/2.
  • Dia 10/2, meu pai resolveu viajar para Araruama/RJ, comemorar o carnaval (Aniversário do meu amor, Taylor Lautner, e eu fora de casa para me emocionar completamente). Voltamos dia 14/2.
  • Ontem, dia 15, eu realmente estava preparada para postar aqui, mas meu pai levou o modem para o trabalho e me entregou hoje, 16.
Bom, agradeço a vocês que leram até aqui, e antes tarde do que nunca, então, meu objetivo era finalizar a história antes de 2013, mas acho que até março eu consigo esse feito. Agradeço a quem vai continuar lendo e aos que não, bom, eu compreendo.

Aqui está o capítulo 45, e realmente muito, muito atrasado, mas eu espero que relevem e leiam-no:

David on

Uma semana havia se passado, e faltava agora apenas uma semana para embarcar com Emily para  Orlando, para curtirmos o Sol e os parques do lugar mais lindo do país. Só havia um problema: Eu estou ciente de que vou sentir falta demais dos meus amigos. Tanto que, revivendo os velhos tempos, conversava com a Selena lá no meu apê, e ela me dava conselhos e tentava me colocar pra cima...
Selena: ...Daaav? - ela perguntava e encarava a minha pessoa como se estivesse faltando algo, e percebendo o momento, parei de pensar e a olhei, como se nada houvesse acontecido.
Eu: Oi?
Selena: Distrai fácil, hein? - ela falou me olhando meio chateada e eu continuava a sorrir de lado.
- Mas hein, não fique mal... Você vai aproveitar mais e quando você voltar, vai ter ainda quatro dias para aproveitar com a nossa turma...
Eu: Quatro dias, Sel! Vão ser dois meses na Flórida, e longe de vocês. Não entenda mal, eu amo a Emily e adoraria passar todo esse tempo só com ela, mas é que... Vou sentir saudades... - falei mais baixo por último, e ela sorriu solidária.
Selena: Também vou sentir saudades. Todos sentirão saudades. Cara, você é nosso melhor amigo, David! É o cara que dá apelidos no diminutivo pra cada um, que ama falar das séries de comédia da Warner e que é responsável pela maioria dos nossos sorrisos. - ela disse calma, e eu pisquei pra ela. Podemos ter ficado meio afastados esse semestre, mas Selena ainda é minha melhor amiga e sabe como ninguém me fazer sorrir... Sem falar na sua doçura... Por falar em doçura, eu comecei a prestar atenção na mudança de sua expressão facial, que de calma e amigável foi pra quem foi iluminada pelo Thomas Edison -... A não ser que...
Eu: A não ser que o quê? - perguntei, com uma cara confusa e curiosa correspondendo seu sorriso genioso.
Selena: David, quão grande é a sua casa na Flórida?
Eu: Hm, sei lá... O bastante pra duas famílias americanas viverem, incluindo seus filhos e cães. - falei, sorrindo brilhantemente, quando sem me visualizar ainda, ela continuava encarando a mesa do mesmo jeito. Nossa, nunca vi Selena assim...
Selena: Eu acho que tive uma ideia... - ela falou, e aquela frase deixou muito no ar... Logo a explicação seguia e eu começava a entender sua ideia...

Demi on

Sorri para a Taylor, que vinha com o boletim em mãos e um sorriso torto no rosto, que encaixava a arcada dentária superior com a inferior... Ela se aproximou mais e então eu o puxei de minhas mãos...
Eu: Argh, acaba com essa ansiedade e me deixa ver logo. - ela riu trêmula e concentrada, passei os olhos pelo papel. Vi médias regulares anteriormente e na recuperação, muitos B+ e apenas um D... É, eu sei, sou uma excelente professora. E sim, eu ajudei ela e o Joes a estudar pras outras provas. Li a ultima palavra que vinha após 'resultado final' e encontrei 'aprovada'. Então, sorrindo fortemente e super animada por dentro, a abracei de prontidão e ela retribuiu, quando senti seus braços seguros em minhas costas. Nos soltamos e eu suspirei, a olhando...
Eu: Sabia que você ia conseguir...
Tay: E eu devo muito a você... - ela sorriu e eu devolvi.
Eu: Mas e o Joes?
Tay: Ah, ele conseguiu também... Só que ele é todo autoconfiante e não ia ficar participando de abraços melosos... - ela falou revirando os olhos, me fazendo rir.
Eu: Verdade... Mas também...
Joe: Hey, sexy ladies! - ele disse adentrando em casa, enquanto a Tay o encarava enojava e eu apenas o admirava... Não pensem, ele é tão fofo >< - Quem tirou A na nova prova de álgebra?
Tay: Desgraçado! Eu estudei mais que você... - ela falou pasma e com raiva, mas eu sabia que não falava tão sério. Apenas sorri para os dois e fui até ele, o beijando rapidamente ignorando a loura no ambiente, até que Miley desce as escadas captando nossa atenção e atrapalhando nosso momento...
Miley: Hey, gente. Joe, aconteça o que acontecer, não vá embora! - ele a encarou confuso e amedrontado, e um pouco assustado - Selena me ligou, falou que ela e Dav tão vindo pra cá, que é pra reunir a galera que eles precisam falar algo importante... O que me preocupou, mais alguma coisa importante nesse mês e eu vou internada na C.T.I....
Tay: Não seja exagerada...
 Miley: Vocês viram a Emily? É importante que ela também esteja aqui... E eu já liguei pro Taylor, ele tá vindo... - bastou a Miley dizer isso pra Taylor ficar toda animada e eufórica... Ri com a visão, e Miley se aproximou mais do nosso campo de visão, ficando ao lado do sofá.
Joe: E meu irmão? - ele falou preocupado.
Miley: A namorada dele deve já ter entrado em contato com ele... - ela respondeu indiferente e pesadamente. Ela ainda não havia superado o Nick com a Selena, que péssimo... - ...E além do que, meus créditos acabaram após ligar pro TayTay...
Joe: Use o telefone residencial...
Eu: A Selena já deve ter falado com ele! - disse, super rápido, tentando encerrar o assunto. - Por que não nos sentamos todos no sofá e esperamos eles chegarem? - falei, tentando soar agradável e parece que a única que se convenceu e não era necessário, foi a Taylor.
Miley: Emily.
Eu: Ela tá na cozinha, My, relaxa... Então, que tal sentar? - cresci meus olhos e Taylor logo se jogou no sofá, seguida por Joe e eu a seu lado, e Miley um pouco apreensiva. Emily então apareceu sorridente e com um prato com waffle, e nos olhou super estranhando a cena.
Miley: Não pergunte. Seu namoradinho e Sel querem dar um comunicado, então estamos esperando eles chegarem, e é claro, Ta... - a campainha tocou, e ela parou de falar automaticamente - ...Prima...
Emily: Não fala nada, já vou abrir... -ela disse um pouco emburrada, fazendo eu, Joe e Tay rirmos por Emi conhecer a prima tão bem. My apenas nos encarou como um bebê coitado na situação e logo ouvíamos duas vozes juntas com a de Emily, a primeira rouca e grossa e a segunda que soava como pão quentinho, e me virando vi Taylor e Nick debatendo com Lily o quão confusos estavam por terem sido chamados. Miley levantou de prontidão, com um sorriso largo por ver seu BF e talvez Nick, em sua casa.
Miley: TayTay, Nick! - ela exclamou feliz e se sentou em uma cadeira, ainda com a atenção voltada pra eles - Sentem-se no sofá, por favor! - Oh, sim, a Miley é a melhor anfitriã do mundo quando ela gosta das visitas!
Nick: obrigado, My! - ele falou calmo caminhando, seguido por Taylor, que beijou a minha bochecha, ergueu a sobrancelha amigavelmente para Joe e parou por uns segundos sussurrando coisas para sua namorada ¬¬' E logo sorrindo grandemente para Miley, a nova ruiva do pedaço. Sinceramente, ainda não me acostumei com seu cabelo...
Taylor: Você está linda, Miley! - ele falou calmo se sentando na poltrona e a encarando. Ela realmente estava, ah, ela era...

Então, se aproximando, Emily se sentou superficialmente no braço do sofá, quando novamente, a campainha toca e todos poem seu olhar sobre ela, que bufando, se levanta outra vez.
Emily: ah, eu mereço... - ela disse em direção a porta, enquanto ríamos um pouco, e Selena e David se prontificavam na nossa frente.
Selena: Desculpa termos assustado vocês, e Nicky, me desculpa ter falado daquele jeito... - ela explicou, fazendo uma cara fofa pro namorado, enquanto ele piscava, e catando Miley, meus olhos a perceberam meio cabisbaixa com aquilo - ...Bom, mas é que eu e David estávamos tomando sorvete após assistir Click...
Taylor: É sério, nós não precisamos ter detalhes do dia incrível de vocês! - ele disse super indiferente a encarando e ela pareceu chateada, mas resolveu prosseguir falando.
Selena: A nossa conversa no nosso dia incrível me levou a ter uma ótima ideia... - ela falou encarando fixamente Taylor(macho) pelo que ele falou.
Joe: Selena teve uma ideia. Elefantes podem voar. - ele sussurrou em tom de piada no meu ouvido, e eu tentei me manter respeitosa, mas foi inevitável não rir com aquilo... O cérebro da Selena era mesmo...atrasado.
David: E eu particularmente amei a ideia, e espero que vocês aceitem...
Selena: Bem, gente, nós... - eles pararam e respiraram fundo, e olharam pras faces de cada um presente naquela sala, enquanto ansiosos, nós dedicávamos nossos olhares a eles... Falem logo, pelo amor...

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Well, well, well, como ainda tem muitos e muitos aniversários por vir esse mês entre amigos e família, e a minha irmã virá passar uma temporada aqui em casa, eu sinceramente sei que vai rolar esse rolo todo, mas eu vou dar o meu máximo pra postar o novo capítulo brevemente.
Gostaria de pedir também, se não for muito incômodo, que leiam esta nova fic e deixem incentivos, promete e é muito boa: So far, so good... So what! 
Agradeço demais quem conseguiu ler esse post até o fim, peço as minhas antigas escritoras estimadas que tenham paciência, que eu irei continuar a ler as antigas histórias, só preciso de tempo, como eu tive.
Desculpas novamente, e obrigada, de coração a quem continuará dando o apoio aqui, sem palavras para você. Que possam ser abençoados cada um, e que abundantemente, estejam bem, e como eu ainda não falei, UM FELIZ ANO NOVO <3 div="">