segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Capítulo 42 - parte 5

Oie, gente! Finalizando o capítulo 42, aqui está a quinta e última parte. Espero que gostem:

Miley on

...Aquilo foi tão sem explicação... Não tínhamos química, não tínhamos liga, não combinávamos... Simplesmente isso. Nós terminamos o beijo, e olhamos para cara um do outro com a mesma expressão.
Taylor: ...Então...
Eu: ...Não foi aquilo. - disse, sorrindo sem graça e ele devolveu - Acho que sempre vou amar o Nick, Taylor. - sorri meio triste e tornei a falar - ...E seu coração vai sempre pertencer a... - ia falar, quando vi minha prima caminhando a caminho da saída, tampando o rosto -...Ah, meu Deus, a Taylor! - falei, aflita, após pensar no que havia feito e me culpar e xingar um bilhão de vezes mentalmente, me soltar do Taylor ainda tentando manter o olho na minha prima - ...TayTay, espera aí. Eu já venho, me... me desculpa... - saí desesperada, esbarrando no monte de pessoas dançando loucamente ao som de Far East Movement e ainda procurando Taylor, a encontrei atravessando o portão da saída e com distância de poucos passos dela, saí logo atrás. Fora do baile, a vi correndo, e tentei correr mais um pouco, mas minha sandália me atrapalhou... Retirei-a ainda andando, nuns movimentos não muito graciosos, e com elas já nas mãos, continuei a tentar alcançá-la...
Eu: TAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAYLOR!!!!!! TAYLOR, PÁRA. ME ESPERA, POR FAVOR... - ela me ignorou e prosseguiu correndo, mas por sorte ou intervenção divina seus passos ficaram mais fracos e eu, ofegante, consegui a alcançar -... Tay... - a encarei com pena, e com pena de mim mesma, enquanto, com o rosto sujo de rímel e mais lágrimas escorrendo, ela me encarava com notável raiva no fundo dos olhos.
Tay: Por que beijou ele? Hã? Por que, hein? Eu já sei, é a temporada do 'Vamos ferrar com a vida da Taylor já que ela não tem importância alguma pra ninguém'... Miley... - ela olhou pra baixo, fungando e recheada de sarcasmo.
Eu: Eu sei que gosta dele... - fiquei um pouco sem saber o que falar. Mas sinceramente, essa foi a pior coisa que eu podia ter falado /;
Taylor: Eu não gosto dele, Miley, eu o amo. - ela falou, e eu senti firmeza e verdade nas suas palavras. Oh, droga, agora aquela culpa de viver voltou à minha cabeça... -Eu só não consigo entender o porquê de você ter feito isso comigo, sabendo como eu me sinto... - ela falou magoada.
Eu: Não precisa entender, eu sou... Maluca, você sabe. Mas enfim, se não fosse aquele beijo eu não perceberia que eu não penso em mais ninguém além do Nick, que o Taylor e eu não combinamos nadinha e que... Ele é seu, Taylor. Vocês estão destinados a ficar juntos, é isso. - tentei ser o mais melosa e doce possível, e erguendo a cabeça, ela me encarou.
Tay: Ah, não vem dar uma de escritora de romance piegas porque o que vocês fizeram foi visível aos olhos de todos, ali. E eu, a tola apaixonada presenciei tudo. E você é minha prima, Miley! Minha própria prima que sabe tudo que eu estou passando... - ela falou, dessa vez chorando tudo o que estava preso em seu coração. Eu então segurei seus punhos e a encarei com mais pesar ainda.
Eu: Me desculpa. Me desculpa, de verdade. Não colocamos sentimentos ali e por favor, tenta esquecer esse momento, tenta... Apagá-lo da sua cabeça... O Taylor, ele... - então, interrompendo o único momento onde consegui ver minha prima calminha, Romeuzinho chegou, com uma expressão não muito diferente das nossas, mas abriu um sorriso frio ao nos encontrar.
Taylor: Vocês estão aí... - ele nos olhou rosto após rosto e parou em mim -...My, eu posso falar com sua prima? Você pode voltar pro baile e esperar a gente... - eu assenti e liberei os pulsos dela. Será que dessa vez eles voltavam? Ah, o que eu tou me perguntando, é claro que sim. Sorri então pro meu amigo, e em seguida pra minha prima, que ainda o encarava sem reação. Ele retribuiu meu sorriso e pegou a mão da Taylor. Retornei o caminho do baile, e pus a sandália antes de adentrar o salão e ao descer os poucos degraus até a pista de dança, sorri sozinha, pensando na possível volta deles...

David on

...E dançando uma música animada, reencontrei minha linda rainha na pista de dança, enquanto eu trazia nossas bebidas, e entregava uma em sua mão...
Emily: Muito obrigada! - ela falou, bebendo um gole e em seguida me olhando, com o mesmo sorriso pasmo de a hora que ganhou a coroa -...Você acredita nisso? - ela apontou pro objeto em sua cabeça -... Como eu... Eu...
Eu: Você é linda, gentil, alegre, popular, fala com todos, é estudiosa, não é malvada e namora comigo, oras. - disse, a fazendo rir.
Emily: Por que você sempre tem que se auto bajular?
Eu: Sou sincero. Apenas. Enfim, você mereceu. E eu não me surpreendi nem um pouquinho.
Emily: É, mas eu si... - ela ia continuar a falar maravilhada quando eu a interrompi, juntando nosso lábios. Ela então colocou a mão livre em minha bochecha e complementou o beijo. Nos separamos e eu resolvi falar logo o que eu planejava.
Eu: Então, hm, rainha do baile... Você aceita passar as férias comigo em Orlando? - ela ficou confusa, e me indagou com o olhar - Ganhei as passagens dos meus pais, pra daqui há uma semana. E então, o que me diz?
Emily: Orlando é linda, mas, e o meio-termo da escola?
Eu: Fala sério que ao invés de ir a uma das cidades mais importantes e bonitas do nosso país aproveitar o verão, você prefere se doar a um passeio ridículo comandado pela professora de geografia que estará cheio de alunos irritantes e idiotas que você não mantém muito contato?
Emily: Flórida, aí vamos nós! - ela falou erguendo um braço e gritando animada, enquanto eu sorria para sua visão - Obrigada, amor. - Emily se jogou em meus braços e eu a recebi, com o braço cuja mão estava sem o copo de bebida.
Eu: Eu que agradeço... E essas férias vão ser as melhores de todas! - pensei comigo mesmo em voz alta, e contemplei o ambiente animado em que eu estava... Que noite... Rei do baile e prestes a viajar pra Florida com minha namorada, eu realmente tenho muita sorte...

Nick on

Ver a Miley de cabelo vermelho foi... Surpreendente. Nunca imaginei ela assim. E beijando o Taylor foi, o triplo do sentimento anterior com um pouco de chateação. Não que ela me devesse algo, ou que fosse errado ela beijá-lo, os dois estão solteiros e desimpedidos... Oh, droga! Eu não sei porque meu cérebro não recebeu bem a imagem dos dois se beijando, e também não sei se foi meu cérebro ou meu coração... Só sei que agora Hello Goodbye tocava, e eu via Selena fofamente cantando a música e juntando os ombros ao fazer biquinho... Que linda! Olhei distraído para os cantos, e vi perifericamente Miley se aproximando, e Selena logo a gritou, acenando com uma mão. Aquelas caras de surpresa e as mãos dadas das duas logo se materializaram, e sem ouvir muito a conversa, eu observava uma apontando para cada detalhe da roupa da outra. Selena passou a mão pelo cabelo da Miley, com um sorriso de admiração e calma no rosto... Certamente a estava elogiando, e depois ela perguntou algo que Miley fez questão de fazer cara de quem havia se esquecido de algo importante em casa. Elas conversaram por mais alguns minutos, comigo apenas olhando e rindo, vendo duas jovens lindíssimas, que antes não se cruzavam, agora como irmãs, se abraçando, na noite da formatura... E me ligando um pouco na realidade, parei de ouvir meus pensamentos e logo tornei a ouvir duas vozes, uma grossa, porém sexy e afinada, e outra fina e infantil, mas muito doce, e vi as duas já a poucos centímetros de mim...
Miley: E aí, Nick... - ela sorriu calma e sinceramente, aquele sorriso mexeu comigo. Cara, que diabos tá acontecendo comigo?
Eu: Ooi, Miley. Pintou o cabelo, né? - falei, sem muito assunto.
Miley: Sim.  - ela se mostrou animada - O que achou?
Eu: ... Diferente. - falei, sem muita escolha, já que aquele tom não era o melhor pra ela. Sel atrás de Miley piscou pra mim e fez sinal de positivo, como se me parabenizasse - cadê o Taylor, afinal, ele é seu par, não? - somente após dizer percebi o quão egoísta e ciumento isso soou. Ela deu um sorriso e Selena já parecia saber o que ela ia dizer.
Miley: Ele está com a minha prima. Em algum lugar, eu não sei. Só sei que estão juntos... - seus lábios atingiram o limite máximo nas bochechas e ela pareceu não conter sua alegria naquele sorriso.
Eu: Oh, então eles volt...
Miley: Tou torcendo pra que sim!
Selena: Todos estamos!
Eu: Mas pera aí, você e o Taylor não se beij...
Selena: Ah, eu amo essa música, venham dançar comigo! - ela falou, puxando eu e Miley pelos pulsos até mais perto do som e me impedindo de terminar a fala e esclarecer minha dúvida. Se Taylor beijou Miley há poucos minutos atrás, como estaria reatando com a prima dela nesse momento??? Bom, só sei que então eu vi Selena já pulando ao som de What Doesn't Kill You, e de mãos dadas com Miley, que também dançava, particularmente seduzindo ao passar o braço por seu pescoço. Ai ai, melhor eu parar de olhar pra ela... Minha cabeça tá muito confusa hoje, muito mesmo...

Joe on

Então, ainda lá atrás, comia uns salgados que serviam e também passei uns nachos no molho, e quando ia pegar um pouco de água tônica, senti alguém tocar o meu braço. Humm, dedos leves e delicados, será que...
Demi: Joe...
Eu: Demi! - falei mais animado que ela, já que sua voz parecia suave como quem acabava de acordar - Você está linda! - Suavizei a verdade. Ela estava perfeita, aah, ela é perfeita...
Demi: Você também. Nunca o havia visto de branco.
Eu: E o que achou?
Demi: Foi tipo aquelas surpresas boas. Como quando você cantou aquela música linda lá em cima. - ela falou sorrindo docemente, me fazendo sorrir surpreso.
Eu: Então você gostou?
Demi: Muito. Mas só me responde uma coisa: você acha que é só fazer uma música totalmente sozinho, encontrar o terno mais lindo do mundo, se sujeitar a ser vaiado pelo corpo estudantil inteiro, e fazer uma declaraçãozinha nas entrelinhas que me ganharia de volta?  -ela falou brava, e eu fiquei sem fala. Aquele era totalmente o meu plano, e o que eu havia feito - Bom, saiba que deu muito certo! - ela falou, se aproximando enquanto eu ficava com a face mais esquisita do que a que fiz em sua fala anterior. Mas logo em seguida abria um sorriso, a recebendo em meus braços.
Eu: Peraí, então você me quer... de volta?
Demi: Para todo e cada dia da minha vida.
Eu: Ah, eu te amo muito, Demi! Muito obrigado, mesmo. Eu juro que nunca vou fazer mais nada pra te afastar de mim, e vou te cuidar como a jóia rara e preciosa que você é, eu...
Demi: Fica quieto. - ela falou calma, e reabriu a boca a falar - ...Me beija logo! - vi o sorriso em seu rosto, e fiz questão de o retribuir enquanto inclinava sua coluna, e posicionava minha cabeça em direção a sua.
Eu: É pra já, mademoiselle. - foram minhas últimas palavras antes de sentir o seu beijo e todas as reações que ele me causava. Demi passou os braços por meu pescoço, e cada vez mais forte eu a pressionava contra mim... Como eu esperei por aquele momento, e como gratificante ele estava sendo...

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Aaaí está, e obrigada a quem está acompanhando a história, valeu mesmo, de coração s2
E mudando um pouco o assunto, também vim falar hoje que é o último dia que vocês leem um capítulo essa semana, ou talvez até mais... Meus pais se estressaram comigo e me proibiram de sair, praticar atividades físicas, ouvir meu tipo de música, ver meus programas e TV e me confiscaram o notebook, me proibindo ainda de tocar o computador da minha mãe. Conclusão = não faço ideia da próxima vez que eu vá postar aqui, nem ler e comentar os blogs de vocês... Peço desculpas, não pela minha fic, que é uma porcaria e cada pausa nela é um alívio pros cérebros de vocês, rs, mas sim por ficar esse meio tempo sem acompanhar as fanfics que eu tanto amo... Então, é isso. Beijos, se cuidem e até breve ^^
Não sumam daqui, por favor, viu? *-*

9 comentários:

  1. Eu simplesmente ammmei.
    E NÃOOOOOOOOOOO VC NÃO PODE SUMIR Ç.Ç
    TENTA VOLTAR, CV COM SEUS PAIS.
    DÊ SEU JEITO MUIÉ U.U
    please, eu amo sua fic bitch -'-
    é sério. vou sentir saudades DD:
    tenta voltar e postar quando poder :/
    beeeeeijos2'
    PS: amei mesmo ♥

    ResponderExcluir
  2. nãooooooooo já é vicio vim aqui e ler e reler sua história!!
    eu amo esse blog,tipo ♥♥3x♥♥♥♥♥♥♥3x

    ResponderExcluir
  3. Ammmmmei >.<
    Ta perfeito u_u
    Ah não , não suma não
    Agora que eu To começando a ler sua fanfic
    Posta logo pliiiiiis *.*
    beeeijos

    ResponderExcluir
  4. quer participar do concurso?http://concursoslaahethaay.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. AAAH NÃO,nnem passou o Tay e a Tay (?) se reconciliadndo #todaschoram,aah ce vai sumir?BUAAH JUSTO QUANDO DP TO VOLTANDO CE SOME,pode deixar que nao vou sair daqui nunca

    ~te espeero.





    (eu já sigo aqui,só to na conta da minha prima hihi)

    ResponderExcluir
  6. Adorei o capitulo, amie :)
    Niley voltou?? Ou está para voltar. Espero que não. Não estou gostando de Niley na sua história. Nunca gostei da Miley e já disse isso muitas vezes, acho que chega a ser irritante haha.
    Posta logo, estou curiosa para o próximo.

    Bisous mon amie :)

    ResponderExcluir
  7. chegayyy
    princesaaa
    amei o capitulooo
    hey pleaseee
    me add no msn se tiver
    l.b.baby_@hotmail.com

    ResponderExcluir