quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Selo de Qualidade e Capítulo 13

Gehthý! Desculpa a demora, aconteceram vários imprevistos ao longo da semana, entre eles uma inflamação ensurdecedora nos ouvidos e um castigo horroroso! Mas, o importante é que estamos todos bem, e com saúde aqui!

Am, eu queria muito, muito mesmo agradecer a quem me mandou o selo de qualidade (ainda acho que eu não mereço) Denise, Diana, Pam, Niley e Débora, amo vocês SZ


E bem, o que é pra fazer neé, rs,



1º Repassar pros blogs que você ama
Nerd Vs. Popular-O que acontece quando dois mundos se colidem
Uma Volta ao Passado!
Fanfics-Lib
It’s Time to Shake



2º - Avisar as donas do blog
All right (quando tiver com menos preguiça)

3º - 10 things about me.

1- Tou ansiosíssima para o natal, tanto que já fiz várias festas pré-natais esse mês.
2- Sou chata pra caramba, se por acaso nos tornarmos amigos, eu fico falando um monte de coisas sem noção.
3- Azul é minha cor favorita, e dourado também.
4- Faço aniversário no mesmo dia em que a Anahí, mágico *-*.
5- Desisti de ser modelo fotográfica para ser desenhista, mas também não deu muito certo.
6- Tenho um gato mestiço chamado Manda-Chuva(eu amava o desenho quando era pequena). Meu gatinho é meio gay. Já casou com o Pedro e vive perseguindo o Daniel.
7- Meus pais deixaram uma arvora de 250 centímetros para arrumar sozinha; Sacrilégio ¬¬’
8- Eu só tiro 10 na escola. Menos que isso é intriga da oposição.
9- Vivem me comparando a Megan Fox,  mas acho que isso vai mudar. Porque eu vou ficar LOIRA.
10- Tive muita dificuldade pra pensar no que escrever aqui, rsrs, e pedi ajuda pra alguns amigos.

           *~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Hey, e eu vou postar o capítulo : D

Miley on

O filme tá ótimo, pena que o Nick esteja tão distante… ele sequer me olha… vou chorar daqui a pouco… hmm, melhor não! Voltei-me para o telão e continuei assistindo o filme,quando… essa não, a Sebenta vai sentar perto de mim… GOD!
Eu: Cof…Poia…cof! – tossi, disfarçadamente olhando pra ela.
Selena: Miley! – ela me olhou sorrindo… espero que ela não pense em correspondência, porque não vai receber.
Eu: Fala aí, falsa! Tranqüilidade? – fiz o sinal da paz e olhei mais adiante; a Emily estava logo depois da Selena, ao meu lado esquerdo, e na direita, a Tay estava rindo de algo que o Taylor estava falando, enquanto o Nick olhava fixamente para a tela prestando atenção no filme… ai que lindo s2 – Não sabia que no cinema era permitida a entrada de animais! –disse, voltando meu olhar pra Sebby, a deixando encabulada, enquanto a Taylor parava a conversa e olhava para mim, dando um bofete no meu braço – AUUU! Isso dói, Leãozinho, sabia???
Tay: Trate-a direito! – falou a voz do amor e da remissão de pecados ^o) – Tudo bem aí, Selena? – ela disse com o olhar mais comiserado na direção da pôia.
Selena: Tá sim! Não, foi nada!
Eu: Se eu te atrapalhar, vocês conhecem o ditado: “os incomodados que se mudem”! Bem, o filme está lindo! – disse sem olhar pra ninguém, apenas para a tela e suspirar com a romântica cena do filme – Ah, perdão a falta de educação… tá servida de uma pipoca, linguaruda? – falei apontando o pacote de pipocas na direção “dela”, a Taylor me olhou, sendo que dessa vez, apoiada pelo Taylor…
Taylor: Ô, Miley! Vê se cresce! Da próxima vez a gente nem te chama!
Eu: Beleza! Fui eu quem convidou vocês, como assim “nem me chamam”? Vocês são tão folgados… e eu falo com cada ser humano do jeito que eu quiser… e às vezes, com alguns animais… – falei olhando repulsada pra Seleba! Que ódio eu tenho dela!!!: @

Taylor on

Uau, pela primeira vez, a Taylor dá mole pra mim… o impossível, é possível! E eu até que conseguiria desenrolar, se a Miley parasse de se comportar feito uma criançona e deixasse a Selena em paz, a garota nem faz nada, pô :/ Bem, mas é melhor continuar!
Eu: … eu falei pra ele que se isso acontecesse, eu seria o cara mais sortudo do mundo! – ela me olhou sorrindo, e ao mesmo tempo encabulada, depois de tudo.
Tay: Sério? Você se consideraria sortudo? E por quê? – ela falou, reconcertando a posição na carteira.
Eu: Am, Você é bonita e legal e… eu gostei de você desde o primeiro momento que eu te vi!
Tay: Ohh... – ela engoliu seco e me olhou desapontada – … eu também gosto de você… e há um ano e meio, já! – ela falou olhando pra baixo.
Eu: eu sei! – ela ia abrir a boca –… Miley me contou! –ela escondeu o rosto entre as mãos e me olhou por uma fresta entre os dedos – Tá tudo bem. Sabe, eu achei isso muito bonitinho! – ela tirou o rosto das mãos e me olhou assustada, enquanto o Nick ao meu lado, me cutucava.
Nick: Sem querer atrapalhar vocês, mas isso foi uma fala muito feminina! – eu olhei confuso pra ele, será que ela também tinha achado isso? A cabeça dela balançando na vertical quando eu olhei pra esquerda respondeu perfeitamente a duvida… que vergonha! Logo eu , sempre tão aparental… – Mas não esquenta! Todos os homens falam frases meio femininas. Relaxa! – eu olhei pra ele com a boca aberta sem emitir som… quero dizer, eu não sou boiola… e a Taylor não merecia tar ouvindo aquilo tudo, não mesmo!
Eu: Com licença, Nick! – levantei da minha cadeira e puxei a Taylor da dela… precisava urgente sair dali, não aguentava mais o papo poeta do Nick…
Nick: Ok! – ele ficou me encarando com as pernas encolhidas pra abrir passagem, enquanto eu saia dali segurando a Taylor…

Nick on


O Taylor se zangou com o meu comentário mesmo… mas poxa, foi só uma observação… falando em observação, ninguém tá vendo esse filme… os Taylor, até saíram da sessão, e a Miley, só amola a Selena, a única pessoa que eu vejo não falar é a Emily… mas ela está tão fula com a Miley que se abrir a boca é capaz de só sair besteira…e eu estaria na minha com meus pensamentos, se a Miley não me chamasse a atenção…
Miley: Hey Nick!
Eu: Oi!
Miley: Aonde o Taylor foi? E por que levou a minha prima? – ela tá achando que eu sei de algo… se quer puxar assunto, puxa algum com nexo!
Eu: eu não sei Miley, mas por que não presta atenção no filme?
Miley: Até daria, mas a chata da Selena tá do meu lado, esqueceu? – ela falou me mancando… eu odiava o preconceito da Miley com a Selena, afinal, elas brigam por algo inútil, e que em minha opinião, não tem lógica nenhuma…
Eu: Quer trocar de cadeira comigo?
Miley: Oh, não! – eu a encarei bem confuso, mas bem confuso mesmo – Eu gosto de você, não quero que morra com a fetidez de Selena!
Eu: Miley! – a olhei sério, enquanto ela já levantava se desculpando.
Miley: Tá, tá, desculpa! Quem sofre a partir de agora não sou mais eu! – ela sorriu cinicamente enquanto eu me sentava entre ela e a Selena… – As feridas do passado nunca irão se cicatrizar, sabia? – ela me olhou, fazendo me lembrar de muitas feridas do passado, que ela mesma causara em mim, e, que embora pedisse desculpas, eu sabia que não iriam cicatrizar…
Eu: Sabia… aliás, sei! Nunca irão mesmo! – olhei pra baixo e peguei uma pipoca do pote, a levei a boca enquanto a Miley se tocara do que tinha falado.
Miley: oh Meu Deus… ah não! Eu, eu… sinto muito, gato! Não era pra ter lembrado! Você… tá chateado? – ela falou com as mãos sobre meu braço.
Eu: Relaxa! Já até me acostumei! Esse assunto pra mim nos dias de hoje é algo meio que... Irrelevante! – continuei a olhar pra frente, enquanto pude sentir seus olhos sobre mim – Tá tudo bem, Miley! É sério!
Miley:Ufa! Por um momento, pensei que o pior podia ter acontecido!
Eu: Bom… se o pior era me lembrar do tempo em que eu me feri, e que percebi que seria pra sempre… é, o pior aconteceu! – eu olhei pra baixo tendo a Miley como seguidora, e, um pouco da parte-não-dispersa da Selena, também mirando atenção em mim…
Selena: Algum problema, gente? – ela ficou um pouco corcunda, demonstrando preocupação na voz. A Miley se curvou um pouco também, e ficou a encarando carrancudamente.
Miley: Sim, mas quando você calar a boca, não terá mais nenhum! – a Miley a olhou, e a Selena engoliu seco, voltando a se posicionar na cadeira – Nick? Tá tudo bem?
Eu: Não… você me dá licença? – falei me levantando da cadeira, e tentando me mover em direção a saída… não podia mais ficar ali dentro, pelo menos não com a Miley, a Selena e a Emily perto… era melhor ficar em casa, partilhando minha angústia comigo mesmo…

Emily on

Prestando atenção no filme, e um pouquinho em cada coisa que rolava… eu realmente tava vitima na história, e nem sabia por que os comportamentos do Nick, da Miley e da Selena… alguém precisa me explicar alguma coisa da vida aqui… e o que aconteceu pra eles se estranharem como se estranhavam… o Nick ficou seriamente bolado com algo que a Miley disse, e a Selena também, pra estar tão na dela… bem, só o que me deu na cabeça era ficar imaginando a razão pro Nick abandonar a seção e sair com aquela cara… a Miley começou a suar no momento em que ele saíra, e, se reparasse bem, dava pra notar a tristeza repentina em seu rosto… ela se desesperou, e saiu da seção também, tava muito preocupada com ela… tudo bem que nós estávamos meio estremecidas e tudo, mas, ela era minha prima vulgo amiga, como ela mesmo dizia… ela precisava de mim ali, embora eu fosse a pessoa mais por fora do que tava rolando…
Eu: Selena, sinto muito não poder ficar com você ou acompanhar o filme até o final, mas é que… eu realmente preciso ir! – falei me levantando da cadeira, e assim como uma penca da galera, abandonando o filme… só espero que os bilheteiros não achem que o cinema não está nos agradando… eu só precisava achar a Miles e a ajudar, hmm, ou pelo menos, tentar…

Tay on


Tão engraçado, tão fofo, tão divertido… tava tudo muito bom, melhor do que com o Nick o mancando das coisas sem noção que ele falava, mas eu já não me importava mais, nem tava dando tanta atenção às palavras, mas sim ao momento… incrível, claramente…
Eu: Eu não acredito que você achava isso tudo! – disse o encarando, rindo da situação…
Taylor: E eu já poderia ter te falado, se você não fosse tão fechada…
Eu: Se você não me assustasse com tudo o que fala e faz!
Taylor: eu tava tentando… impressionar você! – ele falou, olhando envergonhado para baixo… eu sorri pra ele, fazendo-o reerguer a feição…
Eu: Isso foi muito bonitinho! Mas, se ao invés de você ficar me elogiando pra minha prima e dando aquelas cantadas sem graça nas aulas de ajuda em espanhol, você fosse direto ao ponto, nós já podíamos estar em um nível muito mais alto de relacionamento…– falei, olhando pro lado, enquanto ele me encarava…
Taylor: Relaxa, nós vamos chegar lá… digo, isso se você quiser, né? – ele disse, já me ganhando enquanto sorria e eu retribuía, pulando de cabeça no momento…

Emily on
 
Ela estava ali, no ponto de ônibus, acabada…
Eu: M...my? – me recolhi chegando mais perto, e a vendo sentada no banco, com o rosto molhado…
Miley: Quié? A Selena te mandou aqui, pra ver a desgraça e depois rir de tudo, enquanto come pipoca assistindo comédia romântica??? – ela falou, soluçando e com o braço direito erguendo sua testa… ela tá mal mesmo, mas continua bem com os foras :/
Eu: Na verdade, eu me senti mal quando te vi sair no desespero e suada do cinema… o que aconteceu? – falei, na maior mansidão, me sentando ao seu lado…
Miley: O que aconteceu é que eu sou uma idiota doente e maluca que nunca devia ter traído o Nicholas! – ela falou, ou melhor, gritou pra mim, chorando ainda mais… mas agora eu me tentei, trair o Nick??? Precisava saber mais…
Eu: Bem, eu não tou entendendo muito do que você fala, talvez se me explicasse a história da cabeça eu pudesse saber melhor o que se passa… – disse enquanto colocava um braço sobre suas costas, e ela iniciava a contar…
Miley : Bem, só pra você não ficar por fora MESMO… isso tudo aconteceu há um tempo atrás, quando eu ainda namorava o Nick e era ‘sister’ da Selena… – viajei junto com ela enquanto começava o flashback… – eu tinha o relacionamento perfeito, a amiga perfeita, a vida perfeita! Pra mim, o mundo já podia explodir porque todo o espaço do meu coração era ocupado por Nick Jonas e Selena Gomez, as duas pessoas mais importantes da minha vida na época… – seus olhos brilhavam enquanto ela falava – … mas como sempre, eu tinha que fazer burrada… e essa foi a maior da minha vida… conheci o Liam nas aulas de biologia, e , como toda criatura deteriorada, sentia atração por ele… fomos nos conhecendo melhor, e… por conhecer melhor…
Eu: Entendi!
Miley: …Selena nunca gostou que eu traísse o Nick com o Liam, ela sempre foi “temente à verdade”, uma vez… – ela apertou os olhos e mais lagrimas desceram–… ela contou pro Nick, pois já estava cansada de vê-lo como corno manso… eu me tranqüilizei, era sua palavra contra a minha, no entanto, certa vez, ela o avisou perfeitamente de tudo pra que ele nos pegasse no flagra…e bom, a penúltima aula de educação física de 2008, no vestiário, foi o pior momento, do pior dia da minha vida! – ela voltou a chorar, cada vez mais, uma cascata em cima de mim… mas eu ainda estava em choque por ter ouvido a história… será por isso que o Nick é tão fechado? E a Miley não olha mais na cara da Selena?? Ah cara, era por isso…… mas peraí, tinha uma Miley triste e desolada ao meu lado soltando os rins em meio ao choro…
Eu: Miley… eu, sinto muito! Não era pra ter pedido pra contar e…
Miley: Não, tudo bem! Você iria saber hora ou outra… e foi melhor sabendo por mim, do que pelo gato ou pela falsa… – ela desviou seu olhar da conversa, enquanto enxugava as lágrimas –… obrigada por se importar comigo, Lily!
Eu: Ah, sempre! Você é minha prima, e mais do que isso, amiga! Eu te amo Miley, e não vai ser o seu ciúme do David que vai me fazer ficar com raiva de você… – eu a abracei, quando ela me retribuía com toda a força.
Miley: Tá bem, eu também te amo! E prometo pegar mais leve! Agora, acho melhor irmos pra casa, não é bom ficar chorando no ponto de ônibus com toda a população olhando e, ainda por cima, na chuva!
Eu: Chuva? – ao me perguntar em tom alto demais, olhei em volta e percebi que houvera começado a chover… – é melhor pegarmos um táxi, Moranguinho!
Miley: Amram, rsrsrsrsrs... – eu realmente não sabia o porquê da Miley estar rindo, mas de uma coisa eu sei, estava muito feliz de ter feito as pazes com a minha priminha, que eu amava tanto…

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Bem, taí gente, espero que tenham gostado, e se não… A CULPA É DA DOENÇA!
Aaa, tem um blog novo, que tá  muito demais, o endereço: http://animalpunch.blogspot.com/

Well, Beijos :{*

Comentem!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

I'm Alive!

Oi gente! E aí? Como vai todo mundo? Ocupado com os preparativos pro Natal?? Já mandaram a cartinha pro Pólo Norte rs?! Bem, eu não vim postar capítulo ou parabenizar ninguém, enfim, vim dizer que, embora a situação no Rio teja apertada, eu tou bem õ/ e o Cabral ainda não chamou o Nascimento, mas dá pra sobreviver!


Muita gente morta, muitos tiros e muita violência desnecessária! Tá horrível aqui! Alguém deve ter visto na televisão, né? Invadiram os shoppings, as escolas fecharam, são tiroteios em todos os bairros, Baixada ou não! Por fim, eu tou pedindo muito a Deus pra que nada aconteça comigo ou com a minha família, ou com todos os meus amigos! Um amigo meu foi recrutado pra ir a Vila Cruzeiro ver se ajuda em alguma coisa, e eu realmente estou receosa… ele só fez a escola naval por um ano : (
Mas eu fico feliz por estar bem, e também que todos que leiam isso também estejam! Agora eu vi algo de ruim em ser carioca, rs… A 3ª guerra mundial tá tão próxima da minha pessoa, que sei lá … : S
Não obstante, muito obrigada quem me apóia! E eu estou simplesmente explicando o fato de eu não ter postado durante o ultimo mês transcorrido! Além da escola com provas super complexas e o acompanhamento no futsal regional, é o que mais tem atrapalhado a minha vida… Mas fé em Deus que isso vai passar!


Beijos e abraços!
Cathie!

Obs: estou com saudades de todo mundo, mandem novidades que me façam felizes e esqueça, pelo menos um pouco, da intricada situação =D

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Parabéns, Dê!

Poxa, amiga, 14 anos! Feliz aniversário! Você tá ficando velha, hein?


Muito obrigada por ser minha amiga, e ler, tudo de chato e entediante que eu escrevo!

Nem sei por onde começar, mas acho que deveria , falando o quão extraordinária você é pra mim… eu te conheci através do meu primo, chato, e logo gostei de você… bem, na época o dialogo era de uma notícia não-muito-boa, mas eu imaginava que conversas melhores viriam, e vieram…

Gostei muito da sua pessoa, e espero não ter te sobressaltado com as conversas sobre o foguete, e outras… Obrigada por existir! Serião! E por achar fofo as coisas mais sem noção que eu falo rs’… você é a melhor pessoa que eu conheço. já te disse isso, né? Mas é a verdade!

Espero que você se divirta bastante, e que Deus abençoe uma garota linda e maravilhosa que nem você! Adoro-te!!!

Feliz aniversário!
Beijos : *
PS: Desculpa a mensagem tar pequenininha e sem graça, tem pessoas(Armando) gritando aqui. Mesmo assim, eu te amo muito!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Congratulations, Primo

Bem, desculpa chegar tarde primo, mas, como é antes de meia-noite, tá valido.




Bom, Armando, Armandinho, Mr. Swift, ou qualquer apelido plausível pra me dirigir a você, irão iniciar meu pequeno monologo pra explicar o quão especial você é pra mim…

Há 9 anos atrás (isso tudo???) eu me lembro muito bem da cegonha chegar lá na família , com um bebezinho estranho, com olhinhos de peixe morto , nariz de batata e boca de criança aguada rsrs’… e, quem diria que pouco depois disso minhas amigas te comparariam ao Taylor Lautner ?! A vida é estranha…



Você cresceu comigo Armando, sempre me acompanhou, não tenho nem palavras pra agradecer o tempo que você passou me ouvindo cantar as baboseiras mais estranhas, ou me dar forças nas festas do pijama aonde nenhuma amiga minha ia… embora eu tenha sido má (extremamente má) com você, e ficado com uma pontinha de ciúmes no começo, eu sabia que de uma época pra cá brotaria uma grande amizade!



Você é amigo de todas as minhas amigas, e, nem de todos os amigos meus, mas pelo menos, me dá forças pra manter todas as amizades, e os conselhos mais fofos ever ☻



Olha, o fundamental a dizer aqui é: Meus parabéns, Primo! Eu te amo, muito!!! E pode crer, conte sempre comigo!

Eu posso te dar bronca quando você fala muito que quer namorar a Taylor Swift e/ou a Rihanna, mas sabe,eu acho isso tudo muito fofo… e torço pra que um dia aconteça rsrs’



Beijos, E que Deus lhe abençoe…

Parabéns pela vida, pela saúde, pelo karatê… enfim, por tudo de glorioso que tem em sua vida… que nunca lhe falte…



Beijos : * (Minha mãe quer que eu desligue o PC).

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Capítulo 12

Voltei!!! Pessoal , postando pouco né??? Rsrsrs.... desculpa não comentar as postagens de todo mundo que eu sigo, é que, eu tou muito atolada e imagino que vocês também devam estar, mas, se tiverem tempo, leiam o capítulo 12:

Joe on

A Demi só pode tar querendo nos matar com esse veneno industrial, só pode...
Demi: E então? O que acharam? – ela falou se apoiando na mesa, e batendo as mãos pra tirar o pó do trigo.
Emily: Uma, delícia! – Ela falou se engasgando naquela gosma comestível. Nossa ela mente maaaaaaallll… a cara forçada de quem gostou se repara de longe...
Demi: Awn, obrigada! – caramba, a Demi nunca repara?! Que incrível isso!
Eu: Ô, Emily! Deixa de ser falsa! – disse, colocando os talheres em cima da mesa e olhando pra caras delas, seguidamente – Isso tá um nojo!É sério, muito nojento. Olha só que coisa pegajosa e horrorosa! Como você tem coragem de dar essa… por falta de palavra melhor “comida”, pras pessoas que você diz amar, Demi??? – ela me olhou chateada e depois olhou pra Emily .
Demi: Mas, a Emily gostou?!
Eu: A Emily é uma falsa! Sabe o que você faz com toda essa gororoba? Dá pra Miley! – nesse mesmo momento, a Miley entra na cozinha pela porta dos fundos com o Taylor... Assustador!
Miley: O que tenho eu?
Eu: Você vai adorar essa comida que a Demi fez! Afinal, você come até chumbinho e não morre! – após isso ela me encarou feio, e terminou de entrar em casa…
Miley: Seu sem graça! E de que comida vocês tão falando? – ela disse, indo a direção ao fogão, e levantando tampa por tampa de todas as panelas.
Demi: É dessa torta, aqui que ele está falando!! – ela abriu o pote cuja torta estava dentro, e a cara de enjôo da Emily, foi a melhor.
Taylor: Credo, prima! Quantos animais você matou pra fazer essa… torta? – eu comecei a rir quando o Taylor terminou a frase, e fui metralhado visualmente pela Demi… e logo após a cena, a Miley já metia um colherão dentro do pote e levava , cheio de torta, a boca.
Miley: Não chei do que voxes tão falando, tá uma delixia a tiota! – ela falou, cuspindo migalha em todo mundo.
Demi: Obrigada! Só a Miley sabe dar valor ao que eu faço! – a Demi disse, abraçando a Miley com apenas um braço e voltando a olhar pra nós.
Eu: Mas é sério Dê, isso é mortal! – ela me olhou enfurecida novamente – O seu primo também concorda! – falei apontando para o Taylor, enquanto ele olhava pra ela inocentemente.
Demi: Vocês são tudo da mesma espécie!
Miley: Pelo menos eu, sou diferente! – ela colocou o pote de gosma em cima da mesa, e abraçou a Demi – tava muito boa!
Taylor: E depois eu que sou o maluco! – ele disse disparando risada tumultanea na cozinha.
Emily : Mas que a Miley é meio doida todo mundo sabe!
Miley: Uau, voces tiraram o dia pra falar mau de mim, hein? – ela saiu meio chateada em direção a sala, enquanto a Emily levantava da mesa.
Demi: Vai aonde?
Emily: Visitar uma amiga!
Taylor: Rs, falou igual o Joe dando uma desculpa pra Demi! – ele “tossiu” enquanto eu o encarava –… digo, desculpa por ter usado a palavra desculpa am, eu queria dizer, ah, cê sabe am… eu não sei o que eu queria dizer! – ele me olhou sem saída, avistou a Taylor saindo da sala e desviou o olhar de mim novamente –… Tay! – ele foi correndo, surpreendentemente na direção dela, e deixou na cozinha somente eu e a Demi.
Demi: Então, vai querer provar a sobremesa? – ela me olhou sorrindo enquanto eu a retribuía repulsado.

Taylor on

Ai, quase que eu dou mole agora, e na frente da minha prima, fala sério… e o Joe é tão anacrônico, sem falar naquele cheiro de comida fedorenta que predominava na cozinha! Bem, a Taylor tá assustada até agora por eu ter a gritado daquela maneira…
Tay: Você, tem certeza que tá bem? – ela falou me olhando assustada.
Eu: Tenho tenho am… eu só fiquei feliz por te ver! – disse sorrindo pra ela enquanto viajava total… a Taylor é realmente muito legal, embora o nosso “encontro” tenha saído um fiasco, ainda fala comigo… lógico que a Miley sempre atrapalha, mas, acho que não faz diferença, já que a Taylor não gosta de mim mesmo… sempre desvia quando o assunto é namoro, e eu nem sei o por que… ah, a Miley chegou…
Miley: Ahh, vocês tão aí! Quem quer ir ao cinema?? – ela chegou com uma roupa totalmente diferente, e um saco de balas na mão… se eu fosse a Miley não comeria tanto assim…
Tay: De onde surgiu essa idéia?
Miley: Do Nick!
Eu: Ele te chamou pra sair?
Miley: Mais ou menos isso… – ela disse contorcendo o pé quase caindo… – O que eu quero saber é se vocês vão ou não com a gente! E então?!
Eu: por mim… – ergui os ombros enquanto a Miley sorria abertamente.
Miley: Lê…
Tay: Ai, nem fala esse apelido horroroso!Tou indo trocar de roupa! – ela subiu as escadas enquanto eu e a Miley sentávamos na mesma.
Miley: Então, Romeuzinho? Deu a acometida??? – ela falou me cutucando, enquanto eu a encarava meio fechado – …ah qual é?? A Leãozinho ainda não te deu trela? Isso é tão estranho, quando vocês não eram amigos ela gostava tanto de você!
Eu: Ela disse que tem medo! – falei olhando pro vazio e fechando a cara novamente.
Miley: Ah meu, medo do que? Diga-me?
Eu: Também não sei! E é isso que mais me intriga!
Miley: Bem, eu já falei pra ela que vocês bem que poderiam, mas não tão e… – ela ia continuar a falar, mas a Taylor veio descendo as escadas… nossa, ela foi rápida! E tá muito bem…
Tay: Vamos? – ela falou enquanto eu e a Miley levantávamos lerdamente da escada e, como de costume, a Miley batia nas pernas pra se limpar…
Miley: Ah, nós vamos ver o Nick gatão que saudade dele! – ela falou super rápido, batendo palmas e saindo de casa, enquanto eu e a Taylor íamos atrás.
Eu: Você está linda!
Tay: Obrigada! – ela sussurrou sem graça, enquanto saiamos de casa.…

Nick on

A Miley parecia tão empolgada na ligação… mas espero que ela não venha sozinha… senão fico completamente sem graça… desci do carro e entrei no cine… fiquei bem na entrada esperando o pessoal… quando ela aparece coincidentemente esbarrando em mim…
XxX: Nick!
Eu: Oi… Selena! O que veio fazer aqui??
Selena: Assistir aquele filme maneiro cujo trailer passar a cada 2 minutos na televisão, sabe?
Eu: Claro! Aliás, eu também vim assistir! – sorri pra ela enquanto ela se recompunha , retribuindo a expressão – …veio sozinha?
Selena: Não am,a Emily veio junto! Ela está comprando as entradas, e você?
Eu: Am, chamei a Miley e alguns amigos nossos pra , rs, não ficar sozinho! – e, quando ia continuar a falar a Emily aparece de um lado com dois tickets e um copão de pipoca, e do outro lado, perto a porta, estavam vindo a Miley, o Taylor e a Taylor entrando e ela, como sempre espalhafatosa, acenando e esbarrando nos outros cidadãos… coitados…
Emily: Ah Deus, fala sério? A Miley tá aqui?
Selena: Pelo que parece…
Eu: Eu a convidei, vocês podem assistir a próxima sessão com a gente!
Selena: Eu iria ad… – a Miley e os Taylor se aproximaram mais, bem perto de nós, e já se chegaram se habituando… o Taylor e a Taylor, claro.
Miley: Aê periferia, se misturando com a humanidade? – ela disse colocando o braço sobre o ombro da Selena, e fazendo a garota engolir seco.
Taylor: Boa tarde! – ele e a Taylor acenaram pra todos, enquanto a Selena se retirava, calmamente, do circulo.
Selena: Eu vou ter que recusar o maravilhoso convite, Nick! Mas, obrigada! – ela saiu, tapando o rosto, enquanto a Emily a seguia resmungando.
Tay: Miley, por que você agiu dessa maneira? O Nick estava conversando com ela! – que gentil a Taylor, falou dando um cutucão na Miley, enquanto ela olhava pra Tay e gesticulava debochando.
Eu: Bem, já comprei as entradas de vocês! Mas falta dizer, adorei o casaco Taylor! E, Miley, você está linda! – ela me olhou ofegando e logo corou… minha parte educada nunca tira férias…
  Taylor: Bem, vamos entrando??
Miley: Aiii tantos anos que eu não venho no cinema que emoção!!! – eu adoro tanto essa Miley animada… ela foi logo à nossa frente, puxando a Taylor pela mão e deixando eu e o Taylor pra trás…
Eu: Vem cá, o que aconteceu com a Miley e a Emily??
Taylor: Longa história! Mas eu vou adiantando pra parte que a Emily resolveu dar um gelo na Miley porque ela não gosta de ver a Memi e o Dav namorando!
Eu: Ouch!
Taylor: Eu sei! – nós entramos na sala, a Miley tava acenando super grande pra gente vê-las, só falta fazer um cartaz… eu sentei do lado do Taylor, e ele do lado da Taylor… e então o filme começou… tava até tentando me concentrar, no entanto ele tentava desenrolar ela e a situação só piorava, e não dava pra ouvir mais nada naquela sala…

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Desculpa gente! Tá horrivel, mas também, eu fiquei super desinspirada (nem sei se essa palavra existe) pra fazer o capítulo! E quanto a idéia do outro blog, já tá sendo "resolvida" , muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito obrigada a quem apoiou a idéia! e, por favor,comentem!!! Eu adoro quando vocês comentam, meu ♥ se enche de alegria,caso contrário eu até choro... eu sei que eu nem mereço mas, por favor! Beijos!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Grande dúvida ^^

Oi gente! Bem, eu gostaria de partilhar com vocês a minha mais nova insanidade, bem, o lance é que eu andei ouvindo demais “Love The Way You Lie” e de repente fiquei tentada em fazer uma fic. Mais sádica e masoquista que essa ( qualquer estória é mais sádica e masoquista que essa ¬¬’) e bom, precisava saber se vocês me apoiam na criação de um novo blog, inspirado no clipe e na música, e também pra saber algumas coisas com mais instanbilidade pra criação da fic.



1- Qual seria o nome da fic.
2- Qual seria o casal principal [no lugar da Megan(♥)e do Dominic]
3- Bem, essas são as vossas sugestões!

Por favor, digam se aceitam ou não e se aceitam respondam essas pequenas enormes duvidas, beijos !!!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Divulgações ( vale muito a pena entrar)

Hi, lindos!!! Quem aproveitou o feriado??? E quem ficou em casa vendo Garota Infernal??? Brincadeira, cara, ninguém me merece ¬¬’ enfim, eu vim mesmo pra divulgar (mais uma vez) novos blogs que merecem o seguimento de vocês!
Esse aqui é de uma amiga minha e seu primo, e tá no capítulo 1, eu já era pra ter divulgado há mais tempo, no entanto como eu já disse sobre a minha boa memória... gente, vale mais que a pena entrar, ler e comentar (seguir também!) posso até ser viciada nesses dramas , mas tá incrível!!! o URL do blog à http://paraexemplo.blogspot.com/

O segundinho é... sem palavras pra descrever a perfeição do blog, não tou mentindo, a estória é muuuuuuito perfeita, mais extraordinária e incrivelmente bela ( tou gastando todo o meu latim mas vale a pena) que alguém poderia ler, tem todos os artistas que eu gosto e é do tipo de fic. Que dá ânsia e água na boca, por favor, o URL do blog  àhttp://fanficslib.blogspot.com/

Ah é, tem esse aqui também muito bom, e tem Niley *---* super cool gente, a Tay e a Demi também tão ( tá completo ) , muito boa a estória àhttp://themusictellsmewhattofeel.blogspot.com/

Então pessoal, por favor entrem muito , leiam muito, comentem muito e gostem mais ainda!!! Por que nunca é perda de tempo, quando se trata de coisa boa rsrs...  Podem voltar a assistir Garota Infernal( né, Bebella??? Rsrs) Beijos, beijos! E eu sei que não é grande coisa nem tá agradando a ninguém, mas eu tou tentando redigir um novo capítulo! E, se quiserem que eu divulgue algum blog é só falar!

Bye!!!

domingo, 10 de outubro de 2010

Responses, Selinho e Capítulo 11

Gente!!! (sei que preciso ter uma recepção melhor a fazer, mas…) eu vou postar!!! Sei que não é grande coisa mas… o mas vem sempre a frente… quem comentou:

New Histories ≈ Oii amiga!!! Não não, a estória é meio doida mesmo, é “um quebra-cabeça de peças cortadas” como diz a My! Mas eu realmente espero que consiga reparar! Obrigada! Ah, o Armando parou d mexer no blog, ele tem muita coisa, é o curso, o karatê, visitar pai, visitar mãe, coisa e tal’zz… não sobrou tempo pra ele! Mas sempre que a gente malha junto ele pergunta de você : D Espero que você tenha conseguido equilibrar todas as suas atividades !! E quanto ao Sidney Sheldon, eu encomendei um livro dele, tou esperando chegar rsrs… O Justin e o Robert, particularmente, não são meus ídolos … mas, nada contra rsrs…e eu adoro quando você comenta grande… beijos!!! Saudades!!!

Cah ≈ Já divulguei, querida! Beijos!!!

Daniel ≈ Seu palhaço! Tudo bem, você comentou aqui em ksa mesmo! Eu aceito! Beijos!!!

Pam:) ≈ Amiga, thank’you! Andei sumida porquê os afazeres tão comendo o meu tempo rsrs… Obrigada, obrigada mesmo amiga! Beijos!!!

Tay Tay ≈ Foi Niley é?? Nem percebi hêhê ! O Duncan falou! Eu torci muito por ele!! Leia e saberás! Beijos!!!

Bebella ≈ Você cismou com isso da Megan Fox né? Pára (não para não adorei ser chamada assim!!) Obrigada amor, é um grande elogio e uma grande responsabilidade!! Eu adoro “Love The Way You Lie” minha música preferida, um vício!!! Sempre! Beijos!!

Anônimo ≈ Valeu! Beijos!

Diana (DSP) ≈ Obrigada, eu pensei muito antes de escolher o titulo! Que bom que gostou! Obrigada! Beijos!!!

Dêeh. ≈ Cara, que saudades! Como você está amiga??? Beijos!!

E quem comentou nas divulgações:

Pam ≈ Miguxa de novo hehê … estou esperando a fic!! Beijos!!

DéboraJonas ≈ Acho que a Diana já respondeu a sua pergunta né?? Beijos!!

Diana(DSP) ≈ Obrigada por ter respondido Diana! E o “vie” saiu sem acento mesmo, é que por a letra estar em itálico , saiu assim dobrado, que maneiro você fazer tudo isso!! Beijos!!!

E , não o capítulo, mas o selinho (Pam, eu não esqueci =D)

7 coisas que eu nunca usaria:

1- Capa de chuva
2- Legging ( é ridículo colorido)
3- Fantasia (talvez só umas da Katy Perry).
4- Uniforme de jogador de futebol americano ( não me vinha mais nada a cabeça).
5- Laçarote e tranças.
6- Roupas muito largas (prefiro as mais justinhas).
7- Qualquer peça que alguém conhecido já tenha…

Vou passar pras minhas amigas, am , New Histories e Tay e Joh : D
 
E bem, agora o capítulo:

Emily on

Caramba, que barulheira! Não dá nem pra dormir, e hoje é fim de semana! Eu levantei mais que embriagada de sono da cama, fui descendo as escadas cambaleando… ao chegar lá em baixo, a Miley estava ridícula mexendo os quadris ao som de uma música da Shakira… acho que ela me notou…
Miley: Oi, Memi! – Memi?! Deixa quieto…
Eu: Oi am, “Moranguinho”! – tava sem graça de falar aquilo, foi à primeira vez que eu a chamei assim, no entanto o Dav disse que esse era o apelido dela então…
Miley: Tá ouvindo? É 'Hips don’t Lie'! – ela falou prosseguindo com os movimentos constrangedores.
Eu: Claro, essa musica é ótima! – falei sentando no sofá e assistindo ela imitando a Shakira… ou uma minhoca qualquer…
Miley: Nossa… agora sei por que o Nick gosta da Shakira… que corpo! – ela falou olhando para o vídeo admirada… a Miley é doidinha… – mas… dando uma pausa na rotina… – ela pegou o controle e desligou a tevê – … vai sair com o David hoje?
Eu: Vou sim! – respondi seguida de um sorriso –… sabe, ele tem sido muito romântico ultimamente…
Miley: dá pra ver… já faz uns… – ela fez cara de pensativa–… nossa, quatro dias que você e o David estão namorando e, três deles você tem chegado em casa beem tarde! – ela deu um sorriso bem sarcástico e voltou a acariciar a almofada que tava no seu colo…
Eu: Bem, em minha defesa, a gente tá muito feliz!
Miley: Claro, eu não os critico, que o amor seja demonstrado! – ela sorriu enquanto eu retribuía – Mas não entre os meus amigos íntimos!
Eu: Ah Miley, dá licença! Você ficou muito chata esses últimos anos! – levantei do sofá com muita raiva dela… e subi as escadas alvoroçadamente…
Miley: E VOCÊ TEM PENTEADO MUITO MENOS O CABELO NESSES ULTIMOS ANOS!! – ela falou, quando eu bem reparei que não houvera penteado os cabelos… ai que mico!

Demi on

Hum, um dia ruim já passou, pelo menos isso ͉☺agora a minha bonitinha está tão deprimida, dá até pena… mas eu tenho que me desligar da Taylor, afinal, há quanto tempo eu já não fico com o Joe…
Eu: Sabe que você nunca me ensinou a pescar? – eu falei jogando desengonçadamente o anzol no lago…
Joe: E olha que em todos os 13 anos que eu te conheço, já te ensinei tanta coisa! – ele sorriu enquanto eu o encarava – que foi?
Eu: 14! Você em conhece há 14 anos, e não 13! E vão ser 15 daqui a um mês!
Joe: Nossa, esse relacionamento tá ficando velho! – ele olhou pro chão bem confuso, enquanto eu parava pra me perguntar por que eu fui gostar de alguém tão burro… – am, eu te amo!
Eu: Sei disso! Só o amor pra salvar essa relação!
Joe: Ou! A beleza também conta! De ambas as partes! Mas, particularmente, mais da minha!
Eu: Você é ridículo!
Joe: E por que você tá gastando o seu tempo com alguém ridículo?
Eu: Nossa Joseph, quantas vezes eu já me fiz essa pergunta… – ele me olhou meio chateado – … mas acho que, na verdade a resposta se resume apenas em três palavras… – eu sorri sem humor pra ele, enquanto ele me abraçava, beijava e sorria…
Joe: Vem cá, você, já deu pra aprender a pescar né?
Eu: Hum-hum, por quê?
Joe: pra eu te levar pra casa! Cara, isso é horrível! – ele falou jogando as iscas pra longe…
Eu: rsrs, também achei horrível!
Joe: E o que nós ainda estamos fazendo nesse lago cheio de insetos? – ele disse, se levantando do chão e sacudindo a roupa…
Eu: não sei, esperei você tomar a iniciativa! – falei me levantando também…
Joe: E já que eu tomei essa iniciativa, vambora!
Eu: É pra já! – disse seguindo ele na trilha que dava na saída do lago…

Taylor on

Meu Deus, que vergonha ser amigo de certas pessoas…
Miley: Hum… e agora Tay… acha que eu tou parecendo a Shakira? – ela falou requebrando o traseiro, e fazendo ondinhas com mão… Jesus Cristo exibe o teu poder nessa casa…
Eu: Miley, você já tentou um curso de dança? Ou, reformatório? – olhei cinicamente pra ela.
Miley: Não. Nenhum dos dois! – ela ecoou a cabeça pensativa – Mas a Tay Tay já foi pro reformatório!
Eu: Porque a Taylor já foi pro reformatório? – a Miley fez uma cara espantada, e colocou a mão na boca…
Miley: Upsfaleidemais! Am, não te interessa! – ela expressou rapidamente e fazendo movimentos manualmente… essa doida…
Eu: Okay! Ah, e agora, me explica porque toda essa obsessão pela Shakira! Afinal, a Rihanna é bem melhor!
Miley: Ah, eu sei! Mas é que, o Nick é imensamente fã dela então…
Eu: Tá fingindo gostar de algo que você sequer curte, pra tentar chamar a atenção de um cara?
Miley: Ah… não é “um cara” é o Nick… e você sabe que, com ele é muito diferente! – ela me olhou seria e circunspeta, pela primeira vez na vida…
Eu: É… com o Nick você vacilou muito legal… se eu fosse ele, acho que nunca mais olhava na sua cara! Definitivamente, ele é alguém admirável! – eu olhei pra ela ainda balançando a cabeça, quando a notei extremamente amortecida… ah, cara! Que tapado! –… mas, você não devia dar ouvido pra isso que eu disse afinal, eu não sei o que falo! – sorri pra ela sem sinal de correspondência.
Miley: Já teve a sensação de que, sua vida é uma enorme porcaria e que, se você pudesse voltar no tempo, faria tudo diferente?! Hein? – ela falou com a cabeça voltada pra baixo e com as mãos abando…
Eu: Já… acho que eu… passaria mais tempo com a Demi, seria melhor pras minhas notas… eu também tentaria te conhecer melhor além de… ter me declarado pra Taylor há mais tempo! – disse me inclinando na poltrona pra tentar avistar a Taylor, que estava na cozinha com a ajuda da Emily… enquanto sentia uma leve pressão no sofá, e a Miley já do meu lado com o braço em volta do meu pescoço…
Miley: Cara, desencana! Chama a minha prima pra sair!
Eu: Ah tá, como se fosse fácil! – olhei cinicamente pra ela, no quando ela me ignorava total… maneiro! Fui deixado pra trás…
Miley: Taylor, olha, eu posso não ser a melhor pessoa quando se trata de relacionamentos…
Eu: Não, você não é mesmo! – ela me olhou com fúria por ter a interrompido… – prossiga!
Miley: Mas o lance é: você tá apaixonado, por alguém que eu conheço, e gosto muito, e que, apesar de não passar muita parte do tempo com essa pessoa eu sei que ela te merece! E, você não tem mais a bruxa maligna com cara de trakinas na sua vida…
Eu: Na verdade, mesmo após o término com a Selena, nós decidimos manter amizade e um relacionamento sincero que… – ela me encarou novamente –… foi mau!
Miley: Você tem que aproveitar a chance! Experimenta!
Eu: Miley, acontece que a sua prima não é a pessoa mais fácil de agradar!
Miley: e você já tentou não agrada-la?
Eu: Tá me dizendo pra ignorar a Taylor?
Miley: Não! Mas você por acaso sabe como a minha prima e sua se tornaram amigas?
Eu: Não e nem quero saber!
Miley: Elas sentaram numa mesa e refletiram seus problemas prosaicos! – acho que a Miley é surda…
Eu: Você não me ouviu dizendo que não queria saber da história?!
Miley: Deixa de ser chato! Agora nós vamos lá em cima e você vai chamar a Taylor pra sair!
Eu: Nossa! Com você é no método instantâneo, né?
Miley: Sempre! – ela disse levantando do sofá, e estendendo a mão pra mim – não vem?
Eu: Sabe o que é, Miley?
Miley: Ah, deixa de ser maricas! Levanta logo! – ela meio que me puxou, e, quando ia me jogar pra cima da escadaria, a Emily veio descendo tudo passando a mão nos cabelos… – Ou, Marilyn Monroe! Eu sei que já disse isso, mas, vai com calma!
Emily: Rsrs… é que eu tou me aprontando pra sair com o David! – ela falou bem fofinha, e em seguida, sorriu.
Eu: Nossa, com o David hoje… mas já é a… 4ª vez essa semana! – eu falei confuso mais pra mim mesmo, quando a Miley apontava pra mim balançando a cabeça na vertical… – que foi?
Miley: é por isso que a gente se dá bem! Bate aqui, Taylor! – ela levantou a mão e eu dei um hi-5 bem rápido nela, enquanto a Emily bufava, e já saia da escada , pegando uma bolsa na mesa e saindo de casa.
Emily: Tenham um bom dia! – ela falou batendo a porta fortemente.
Eu: Tenha um bom encontro! – disse estendendo o braço e acenando, logo colocando a mão na nuca e me distraindo com o tempo… até a Miley me acordar…
Miley: Vem cá, vai falar com a Taylor ou não?
Eu: am sabe o que é, Miley… acho que não vai ser fácil, não ! – falei pondo a mão novamente na nuca e mexendo um pouco… como uma coçada… no quando a Miley bufava e me puxava pela mão – Cara, acho que eu tou ficando com medo… não não, é vergonha… apreensão! Am, um pouco de cada, com certeza! Miley! – ela parou bem no meio das escadas e olhou cinicamente pra mim, quando juntamente, ouvimos um barulho da porta se abrindo… e a minha prima entrando em casa com o Joseph! – Dedê, meu amor! – ela olhou pra mim ainda fechando a porta e sorriu, acenando, enquanto o Joe me encarava – e, Joey!! – fechei a boca ao não encontrar nenhum apelidinho pra ele – …Joey…
Joe: Boa tarde, gente! – ele disse entrando completamente em casa.
Miley: O que? Já tá tarde, sua anta, viu?! Vem, vamos logo! – ela falou me puxando pelo braço extremamente rápido.
Demi: O que vocês vão fazer lá em cima?
Miley: Chamar a Taylor pra sair!
Joe: Peraew, a TayTay num se machucou ontem ?
Miley: é mesmo cara, esqueci disso! – ela disse batendo a mão na testa e fechando bruscamente os olhos… ah, Deus! A louca! – Taylor, pensa em algo romântico pra alguém com muletas!
Eu: Am, não sei er… chocolate deficiente? – falei tocando na barriga dela e disparando uma gargalhada, enquanto todos da sala me encaravam sérios.
Miley/Demi/ Joe: Você é tão sem graça, Taylor!
Eu: Olha ensaiadinhos tipo coral! – a Miley puxou minha mão – Au! Vai com calma, My!
Miley: Você quer sair com ela ou não?
Eu: Pra ser sincero, eu quero casar com ela!
Joe: Ui! Aproveita! A Taylor é bonita, e beija super bem! – hã? Por que ele foi mencionou isso? Que autonomia ele já teve pra dizer isso?
Eu: Cumequié, cara?
Demi: É , Joe! Como você sabe que ela beija bem?
Joe: Ah, eu… não sei! Am, o Nick que me contou isso! – ele falou gaguejando muito e sendo encarado por mim e pela Demi enquanto a Miley fechou o carão quando ele mencionou o Nick na frase…
Miley: o-o Nick? P-po-po-por que ele te disse isso?
Joe: Am , não é o Nick , meu irmão, Sua paixão! É o Nick… S…ta…rk…lê…ty!
Demi/ eu: Starklety?
Joe: é, faz aulas de química comigo! Ele é muito doido!
Demi: Nunca ouvi mais gordo! Mas, vou procurar saber!
Eu: e, a Taylor, por acaso já ficou com ele?
Joe: Am, quando vocês namorarem ou, tiverem prontos pra casar, pergunta a ela!
Eu: Amram…vou fingir que você é alguém sincero e tentar passar essa estória!
Demi: Apesar de ela estar muito mal contada! – ela falou encarando o Joe seríssima.
Miley: Bem, como nem eu e nem o Nick temos nada a ver com isso… vamos, Taylor! – ela jogou o cabelo livremente e seguiu em frente andando, quando surpreendentemente pisou em falso na escada e caiu com as pernas implexas – ai! Acho que essa escada tá ficando assassina! – ela falou tentando se levantar enquanto eu a reerguia e ela se recompunha – valeu, amigão! – ela me abraçou levemente e enfim, conseguiu cumprir o trajeto da escadaria, seguida por mim – TayTay? Você está aí? – ela falou abrindo a porta bem devagar e olhando dentro do quarto, até achar a Taylor sentada na cama fazendo muito esforço pra tentar pegar um livro com a muleta – Oi, prima! Nós podemos entrar? – a Miley disse com uma voz ultra doce.
Tay: Ah, vocês! Entrem aí e, Miley, não precisa fazer voz de bebe não, já passei dos três anos!
Eu: ai! – ri um pouco enquanto a Miley entrava no quarto sem graça e se dirigia a estante, pegava o livro e entregava na mão da Taylor.
Tay: Obrigada! – ela pegou o livro e, alvoroçadamente, o abriu e pulou logo para uma pagina distante da capa, que, com muita dificuldade, eu consegui ler.
Eu: “O sol é para todos”?? – falei me referindo ao livro.
Tay: É, é maravilhoso! Já estou quase acabando! – ela falou me olhando e, dando o sorriso simples mais bonito que eu já vi.
Miley: Am, com licença, o Taylor quer falar com você! – ela falou se retirando do quarto e fechando a porta, deixando apenas eu e a Taylor no quarto.
Tay: O que você, quer, falar, comigo? – ela me olhou assustada no momento em que eu ria da situação – o que foi?
Eu: Calma, não é nada de mais, é só…
Tay: é pra falar do acidente? Bom, se for, eu sei que eu sou uma desastrada e que tenho a melhor pior prima do mundo e, pra poupar suas risadas, háhá! – cara ela é grossa…
Eu: Hey, relax! Paz e amor! Eu não quero falar do acidente am, a não ser pra te desejar melhoras! E, o principal é que, bem, você já deve ter reparado que eu gosto de você e…
Tay: Gosta? – eu olhei pra ela sarcasticamente e assenti com a cabeça –… desculpa am, continua!
Eu: e, bem, a sua prima meio que me forçou a te chamar pra sair!
Tay: Qual dos dois foi o retardado mor que não viu que eu fraturei um osso da perna? – acho que, hoje não é o meu dia…
Eu: Bem, não precisa sair só… conhecer-te melhor! É que, é a força do habito usar a palavra “sair” quando estamos tentando conhecer alguém rsrsrs! – eu ri muito sem graça olhando pra ela quando ela me retribuía séria.
Tay: Quer me conhecer da mesma forma que tentou em todas as aulas de espanhol que eu te dei?
Eu: Prometo me esforçar!
Tay: Então tá! – ela me disse sem prudência voltando a ler o livro enquanto eu ria pra mim mesmo e esfregava as coxas – vem cá, o que você ainda tá fazendo no meu quarto?
Eu: Não faço idéia!
Tay: Então, poderia me dar licença? – ela disse apontando para a porta do quarto.
Eu: Toda! Am, valeu! – eu me levantei e sai, do quarto, no quando ela continuava a ler o livro… e quando fechei a porta…
Miley: Tsc tsc! Você não sabe mesmo como ser romântico, hein?! – a Miley estava de braços cruzados e apoiada na parede, me olhando e balançando a cabeça… peraí ela ouviu?
Eu: Você tava, espionando?
Miley: Mais ou menos isso! Voltando ao principal, o que custava você dar mais prudência ao que tá fazendo?
Eu: e o que custava você me esquecer por 5 minutos? – ela me olhou erguendo o supercílio e foi andando em frente, quando eu descia as escadas e via o Joe sentado no sofá – Tudo bem, amigão?
Joe: Na mesma! Ele respondeu pegando o controle e ligando a tevê.
Eu: Pra onde foi, com a Demi? – eu perguntei sentando no sofá e olhando, juntamente com ele, a televisão.
Joe: Te interessa? – caramba!
Eu: Amiguinho da Taylor, você hein?? – falei, levantando do sofá e, indo à direção a porta.
Miley: TAAAAAAYYYYYYYYYY!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! – ela vinha afobada em cima de mim, quase caindo.
Eu: Que foi, moranguinho? – falei segurando às mãos dela e a pondo reta novamente.
Miley: Me dá uma caroninha? Sabe, acho que vou visitar o Nick! – ela falou chacoalhando o cabelo com a mão e saindo de casa, quando o Joe se retorcia no sofá pra falar com a gente.
Joe: Ah, o Nick não tá em casa!
Miley: Não? – ela disse com a coluna voltada pra dentro de casa.
Joe: Não am, ele saiu e disse que só volta à noite! – ele se colocou de volta no lugar, e a Miley logo murchou a cara.
Eu: Moranguinho você é tão doida! – falei, saindo completamente de casa, mas ainda sendo puxado pelas mãos fortes da Miley.
Miley: Tayyy…
Eu: Que foi?
Miley: Passa aqui amanhã! Ma dá carona, pra escola, e deixa a vaca da Sebenta morrendo de raiva!!!! – ela disse olhando por vazio, e com uma expressão flebotômica… a Miley tem um parafuso a mais, cara… só pode…
Eu: My, eu por acaso já mencionei, que ela não gosta mais de mim? Portanto, não teria motivos pra ela ficar com raiva!
Miley: Ah me deixa viver garoto! – ela soltou as minhas mãos -  Mas, então, você vem?
Eu: Claro! – ela sorriu respirando – pra buscar a sua prima!
Miley: Tayyyyyyyyy!!!!!!!
Eu: Tou brincando! Até amanhã!
Miley: Valeu, amor! – ela abraçou o meu pescoço e voltou pra dentro sorrindo, enquanto eu saia daquele hospício e entrava no carro…

 Joe on
 
A Miley e o Taylor são tão loucos… e cadê a Demi que não aparece? Já deram 19:00 e… caramba, eu esqueci da mina! Jesus ! Na aflição da minha corrida, bati o pé no sofá, e meu, tá doendo muito! Ops, a Miley vem entrando…
Miley: Algum problema, Joes? – ela falou dobrando a cabeça para ver meu pé…
Eu: Todos! – disse tirando a perna de dentro da sala…
Miley: Vai uma ajudinha?
Eu: Precisa não! Valeu!
Miley: Am, por que você tá tão esbaforido? – esbaforido???
Eu: Não é nada, Miley! Bem, obrigado a serventia e, tchau! – quando eu bem ia sair a voz vem do corredor…
Demi: Vai aonde?
Eu: Eu… tenho uma… pesquisa escolar pra fazer com… um amigo! – será que ela engoliu?
Miley: Pesquisa? Que pesquisa? Nós fazemos todas as aulas juntos e nenhum professor passou pesquisa! – ela tinha que abrir o bocão?!
Eu: Am, você não faz educação física comigo! E nessa disciplina o professor passou sim, pra amanha!
Demi: Ahh… e , pode me dizer com quem você tá fazendo dupla na pesquisa?
Miley: Bem, eu e o Joe podemos até não fazer educação física juntos, mas eu já reparei que toda apresentação de trabalho ele faz com as ruivas mais bonitas da escola!! – ela não se manca, não???
Demi: Por que?
Eu: Ah… o professor, disse que… como eu sou muito bom em educação física, seria legal eu fazer dupla com alguém meio… burro, pra variar! – cheguei perto dela – nunca vi ninguém tão inteligente quanto você! – dei um beijo na testa dela, enquanto a Miley abaixava a cabeça.
Miley: é mesmo cara! A Dedê tia 15 valendo 10! E nunca ficou com nenhum A-! – eu a encarei, ainda abraçando a Demi, e a Miley rapidamente subiu as escadas – Até amanhã, Joes! – ela se trancou em algum cômodo e eu acenei, indo até a porta.
Demi: Até amanhã, bebê! – ela disse me soltando e se apoiando na porta… eu espero que o cheiro dela não fique no meu corpo!

Miley on

Awn… é realmente uma pena que o Nick tenha saído… espero que não tenha sido com nenhuma garota!! Bem, pelo menos eu vi que o Joe é muito estudioso! Puxou o Nick! E bem, eu vou prestar atenção a Taylorzinha…
Eu: My baby… tudo bem? – falei entrando no quarto e a vendo imóvel olhando pro nada.
Tay: O Taylor me chamou pra sair!
Eu: Eu sei, am, eu dei a dica! A propósito, de nada! – falei sorrindo com o céu da boca alargado, enquanto ela permanecia na mesma pose. É uma brincadeira de estatua?? Se for, é bom eu fazer o sinal da paz!
Tay: Miley… ele disse que gosta de mim! E que, tem interesse! – a Tay é tão ingênua… eu ouvi tudo!
Eu: Amor… qual o problema??
Tay: Miley eu não quero estragar tudo novamente pra variar! Você sabe como terminam meus relacionamentos! E , você também sabe que eu virei alguém oca e solitária no mundo!
Eu: Não fofa… oca é a Selena! Você é introvertida! É diferente! – falei, sentando calmamente ao seu lado na cama– e Mais, se não der certo, tudo bem, o Taylor tá acostumado a levar foras hehe! - Eu gargalhei cutucando ela enquanto ela me encarava congelada – a qual é? Teve graça!
Tay: Acontece, que eu também gosto dele! Mas eu não penso!
Miley: Então me explica os 4 As e os 8 B+ do seu boletim! – ela me encarou… ninguém leva meu humor a sério – Bem prima, tudo que eu posso dizer é, se você gosta dele… – essas três ultimas palavras me fizeram lembrar do Nick… e de tudo que eu já fiz a ele, sem ele merecer… me arrependo tanto… – … am, se você gosta dele, demonstre! Expresse e, além disso, preserve muito essa pessoa! No final, vale a pena! Não faça como eu ou… como você no passado! – pensei muito antes de dizer essa frase, ela olhou pra baixo, reconhecendo que era verdade o que estava falando, e calmamente, me abraçou… – Own Leãozinho! Você é tão romântica!
Tay: Pára de me chamar assim!
Eu: Já é! – falei a soltando, e sendo postumamente – ainda tá lendo aquele livro?!
Tay: eu tou sim! Ele, é muito bom!
Eu: E do que se trata? – disse me apoiando no ombro dela enquanto ela começava a falar… mas agora me deu um soninho… wow! Minha vista foi apagando sem que nem eu mesma percebesse… que eu tenha bons sonhos !

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*
 
Amigos, é isso!!! Como sempre, não tá nada bom, mas é o que me veio a mente... espero que gostem!!! Beijos!!!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Divulgações

Genthy!

I’m Back!

E não só pra não encerrar o mês de setembro com apenas uma postagem, mas também pra divulgar blogs maravilhosos que eu tou amando!!!



O 1º é maravilhoso, de duas BFF’s, que já era pra ter divulgado há mais tempo, mas como eu tenho memória de peixinho dourado… esqueci! De qualquer forma, não deixem de conferir, a estória tá impecável! o URL do blog: http://jeminileyaprocuradoamor.blogspot.com/

O 2º é novo na área cibernética, mas promete, tá tudo muuuuuito lindo, e a minha diva tá muito diva na estória (ignorem o que eu falo) URL:  http://niley4ever-whoownsmyheart.blogspot.com/

E o 3º, mas não menos importante, é de duas amigas muito fofas e especiais , que eu adoro, assim como a estória que ainda vai começar, mas quem é esperto já tá seguindo o blog (como eu) :  http://ourfanficsblog.blogspot.com/

Por favor, entrem, leiam, divirtam-se, comentem, sigam e sejam felizes, mas com os blogs ; )
E o capítulo já está a caminho : DD

Fiquem com Deus!!!
Beijos!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Capítulo 10

Fala galera! Então, rsrs, quanto tempo pra escrever um capítulo, né? Brincadeira, a escola agora tá pegando pesado, então, perdoem minha demora e, o capítulo 10:

Tay on

Meu Deus, a Miley só pode ser meio doida, em pensar que ontem, muito bem, do nada ela desmaia no carro do Nick… e o médico disse que foi só uma queda de pressão… e ela disse que foi só um aumento de “tensão” dá pra acreditar… olha a maluca vindo…
Miley: Oi, leãozinho! – olha só o apelido que os doidos me deram…
Eu: Pára de me chamar assim!
Miley: Tá, desculpa! É à força do hábito!
Eu: Sei… – falei desanimada me jogando no sofá…
Miley: Am, eu esqueci de perguntar, como eu estou? – ela fez uma pose totalmente child e sorriu, desconfortavelmente…
Eu: Tá linda! – disse não me importando muito, e fazendo ela sentar ao me lado no sofá e envolver um braço sobre meu pescoço… – que foi?
Miley: eu ia te fazer a mesma pergunta! Você tá tão triste!
Eu: Ah é né? E nem tem motivo! – olhei sarcasticamente pra ela , depois se suspirar e, tudo que me faz ficar triste hoje, vir a minha mente… – dá uma olhada no calendário… – falei quase chorando pra ela.
Miley: Oh, lê… Tay eu, nem lembrava am… perdão eu… minhas condolências, hum, é sério … – ela levantou do sofá e começou a agir feito uma desesperada… até que o celular dela tocou – …
Eu: Pode atender! Nem queria te roubar o tempo! – ela me olhou completamente triste e foi caminhando em direção a cozinha, no momento em que eu corria e me trancava no banheiro pra chorar…

Miley on

Como eu fui ser tão retardada a ponto de esquecer que dia é hoje?! Eu sou a pior pessoa do mundo! Argh! E o idiota do telefone que não pára de tocar… que saco… peguei aquilo de qualquer jeito, toquei na tela e pus no ouvido…
Eu: Quem me perturba?
Taylor: Ah, oi Miley, sou eu! – hm… primeiro era o Taylor, cara coitado, eu não imaginava que seria ele… mas pensando melhor, até ele tá atrapalhando meu momento…
Eu: Taylor, foi mau cara, mas eu não tou com tempo pra você no momento! – eu ia desligando o celuleba quando ele grita…
Taylor: Peraí, é muito importante! – hm… importante… a minha prima está num dia péssimo, eu vou sair com o meu ex e a minha melhor amiga entrou em casa cheia de compras do supermercado… uma pessoa normal não acharia muita coisa mais importante do que isso… mas, eu não sou uma pessoa normal!
Eu: Ah… é… já que é importante… me encontre no cais ! Beijo! – ele ia falar mais alguma coisa mas eu apertei o botão que encerrava a chamada e pus o telefone na mesa… a Demi me encarou muitíssimo confusa… nem deve estar a par da situação… ou coisa assim…
Demi: Que roupa… exótica é essa? – aww… ela notou minha vestimenta…
Eu: Uma T-shirt e, um vestidinho super fofo por cima! Voce gostou? – eu fiz um olhar super fofo pra ela enquanto ela me encarava seriamente tirando as compras da bolsa …
Demi: Esquece… – ela falou pouco antes de retirar da sacola uma maçã e eu me lembrar do Taylor… ah, o cais!! Deus! É melhor ir logo… eu peguei a maçã de sua mão, dei um beijo na sua bochecha e ia saindo… até me lembrar da minha priminha fofa e desconsolada no meio do caminho… retornei o caminho depressa e ao abrir a porta dos fundos, vi a Demi ainda na cozinha desempacotando as compras…
Eu: Dê, toma conta da minha prima! Por favor! – ela me mandou um olhar super ambíguo… – hoje, faz três anos e… é um dia difícil pra ela!
Demi: Oh meu Deus! Eu não havia sequer me lembrado! – ela levou a mão levemente a boca chocada…
Eu: Não faz mal! Nem eu havia lembrado! Mas, eu só te peço que, fique ao ladinho dela hoje! Por favor… o dia não é muito bom! – ela assentiu com a cabeça e nós sorrimos de leve, enquanto eu já saía e ia correndo em direção ao cais, o Taylor já deve estar lá…

Demi on

Tudo bem que a Miley é meio doida, mais ela falou algo realmente baixo que foi o mais importante do dia… eu ia bem sair com o Joe pra almoçar, mas depois do memorado , ele mesmo não dará importância a isso… a Taylor precisa de um ombro amigo no dia de hoje… e quem pra ser melhor amiga do que eu? A amiga dela desde os 14 anos, e que também acha que viver foi uma triste e sádica aflição para a Taylor… eu andava pela casa a procurando, e em nenhum cômodo ela estava, até de repente eu ouvir um choro saindo do closet, e ao entrar lá a Taylor estava debulhada no chão, tinha a velha caixa de sapatos onde guardávamos as nossas lembranças ao seu lado, e ela olhando uma foto, estava chorando muito… eu não disse palavra alguma após assistir a cena, apenas me abaixei ao seu lado e a abracei… ela chorava mais a cada segundo que passava…
Tay: Sinto tanta falta deles… – ela falou entre muitas lágrimas granjeando meu abraço…
Eu: Coração… – eu suspirei e ela me olhou, continuando a chorar –… acredite, todos sentimos!Mas, eu faço idéia de que não seja nem um pouco comparado ao que você sente! – ela começou a aumentar o tom do volume do choro e… o celular começou a tocar… Merda!
Tay: Pode atender! – ela falou fungando e tentando se reerguer…
Eu: Não, não precisa mesmo!
Tay: Vai lá… – ela apertou o botão e me entregou o celular… agora eu botava no ouvido chateada independentemente da pessoa que fosse…
Eu: Quem perturba? – falei com a voz mais entediada do mundo, sem vontade de ouvir respostas, e saindo do closet dela me apoiando na parede do corredor…
Joe: Oi, gata! – pff, é o Joe… será que ele também deslembrou??
Eu: Joe, por favor, será que dá pra ligar outra hora? Agora não é um bom momento , o dia tá chato para a Taylor e…
Joe: O que aconteceu? A manicure errou no esmalte? – ele falou em tons de gargalhada. Com certeza, ele não recordou mesmo… – …Ah. Hoje, não foi há… três anos atrás que… glup! – ele engoliu seco e começou a gaguejar pela linha… agora lembrou!!! – … Meu amor… – ele falou super devagar –… coitada da Tay! Que azar! Am, eu ia dizer que ia aí mas… é melhor nem passar hoje por…
Eu: Não! Pode vir! Vai ser até mais plausível o dia com, você!
Joe: Hm… o Nick também pode ir? Ele tá dizendo que tem mesmo que ir!– por um momento naquele dia eu ri, com imaginação do Nick, que devia estar pensando na Miley mesmo hehê … e o triste é que aqui ela nem tá… E, em meio às palavras do Joe eu só ouvi uma barulhada danada e a Taylor chorando altíssimo…
Eu: Am, tenho que desligar! Até mais, meu bem! – eu pude ouvir o broto da sua voz na velocidade dos meus passos correndo pela casa, e ao chegar perto do mainel vi a Taylor espatifada do chão… Merda! Ela havia caído da escada… o que aconteceu hein, Deus? Bom, não importa, ao chegar lá ela estava com a cara completamente encharcada, e a perna torta o.O será que quebrou?? Aff, de novo, eu tentei ajudá-la a se levantar… e como ela pesa… cara, cadê os outros amigos nessas horas?! Aff, arf, quando a posicionei no sofá e olhei mais uma vez pra perna dela, a toquei e ela gritou, ainda chorando… – acho que, você quebrou a perna, Taylor! – eu disse sem tentar a assustar, enquanto ela gargalhava sarcasticamente.
Tay: Que ótimo hahahá, essas coisas boas da vida só acontecem comigo! Ai! – ela falou tentando abaixar a perna, e nesse momento a campainha toca… quando abri o Joe e o Nick vieram mais que depressa pra ver a Taylor… super educado da parte deles…
Eu: Bom dia pra vocês também, rapazes!
Joe: Ah, desculpa querida… – ele se aproximou e… me deu o casaco?! E logo sentou perto da Taylor no sofá – Fala aê Leãozinho, como está você? – ele falou num tom… animador, é, animador digamos assim.
Tay: Com a perna quebrada! – ela pranteou e olhou mais uma vez pra perna.
Nick: Um-um! Lesionada, ou fraturada talvez! Mas não quebrada! – ele disse checando a perna dela… rs, esse cara ainda ganha o Nobel…
Joe: Obrigado, Gênio! – ele falou muito amofinado…
Nick: Por nada! E, se eu fosse você, iria ao clínico depressa! – ele disse centrando a atenção na perna da Taylor… ahh, coitadinha mas… eu que não vou levá-la ao médico, já me cansei por demais pra um dia só…
Tay: ah tá, beleza! Ótimo! Se você mesmo disse que a minha perna tá lesionada, como eu vou ao clínico? Explique!
Nick: O Joe te leva! – Que surpresa! Como nos velhos tempos…
Joe: Ah é Taylor, tenho plano de saúde numa clinica aqui perto! Te levo e aí, eles te botam um gesso ou, te dão um par de muletas!
Tay: Vocês não fazem idéia de quanto isso tá sendo animador pra mim! – ela falou novamente triste… e eu sentei ao seu outro lado do sofá…
Eu: Hum, Leãozinho…– me senti meio desconfortável ao chamá-la assim, afinal isso era cosia do David e da Miley –… raciocina com a gente, se você não for no médico e se tratar, a sua situação pode piorar e aí, vai ser ruim pra todos!
Tay: Tem como piorar?
Nick: Sim, com uma parada muscular da sua perna ou cansaço mórbido dos ossos dos membros inferiores! – ele disse isso bem calmo, de olhos fechados e escorado na parede… a cena foi engraçada… mas ter uma amiga doente não é engraçado… sendo assim voltei a olhar pra Taylor.
Tay: Uau. – ela disse parada olhando pro vazio, enquanto o Joe sorria olhando pra ela .
Joe: Vamos?
Tay: Já que eu não tenho outra escolha…
Joe: Boa garota! – Ele se levantou do sofá e a pegou no colo … – Urgh! O que você come? – ela o encarou entediada– … vamos lá, pessoal! Tão esperando o que?
Nick: com licença , cara, eu não vim aqui pra acompanhar ninguém num hospital! – após o Nick falar, o Joe me olhou…
Eu: Mm, perdão gente… mas eu não tou com disposição de ir também não!
Tay: Ah não, com o Joe retardado sozinho eu não vou não ! – ela começou a fazer birra, e eu me aproximei deles … beijei ela na testa, e ele fez um biquinho pra nos beijarmos… – …Isso quer dizer que eu vou mesmo? – eu olhei pra ela meio sem saída enquanto ela olhava pra baixo – … arf!
Joe: Tchau, tchau gente! – ele falou em direção a saída, eu abri a porta e eles saíram, eu ajudei a Taylor a entrar no carro e fiquei avistando o carro dar partida do jardim até o final da minha visão da rua… e quando entrei em casa novamente, o Nick estava sentado no sofá lendo meu livro… e quando me viu…não fez nada… hunf, é um folgado mesmo… eu me sentei ao seu lado e ele relatou a voz…
Nick: Tese, dissertação e artigo científico! Parabéns, Demi!
Eu: obrigada, estava estudando pra prova de biologia! Por acaso, você não quer estudar comigo? Tou cansada de não ter um parceiro de estudos estudioso!
Nick: Será uma honra! – nós nos olhamos e sorrimos, e ele começou a ler o livro e debater comigo. No final das contas, o Nick nem é tão chato quanto o Joe fala…

Miley on

Hum… quem diria que era realmente isso que o Taylor iria me dizer… eu esperava qualquer coisa, menos essa… rsrs, mas ele é muito pé-quente mesmo…
Eu: ...era isso , que ela ia te dizer ontem na sala?
Taylor: Ela queria me falar isso desde aquele dia na sua casa, só que não deu am…é, e ontem no caminho de volta pra casa, ela falou que não tava dando mais certo, e que sabe que eu tou a fim de outra pessoa!
Eu: Argh! Até a burra da Selena percebeu que você gosta da Taylor, e ela não! Em falar nisso, eu era mesmo pra estar com a Taylor hoje! – Eu falei me lamentando sem nem me dar conta das palavras, até que o Taylor olha pra mim bem confuso… aii, ele não pode saber!
Taylor: Por que você era pra estar com ela hoje?
Eu: Am… é… – droga! Eu não ia falar da vida da minha prima pra ele, nem seria louca a esse ponto , sendo assim o melhor a fazer era… – sinto muito , Taylor! Eu não posso te falar, além de ser uma coisa pessoal, é de família! Então…
Taylor:Antes de a senhora encher o meu ouvido de palavras, eu digo: entendi! – Puxa! Que compreensão… Eu: Sério?
Taylor: É, você não tá querendo falar, não é necessário! Falando nisso, eu tenho que procurar o David pra minha pesquisa dos monômios!
Eu: Hunf, boa sorte com isso! – Falei bem desapercebida me debruçando um pouco mais no corrimão da ponte… fui sarcástica… adoro isso!
Taylor: O que quer dizer com isso?
Eu : Ele saiu com a Emily lá pelas 7 horas pra tomar o café-da-manhã e até agora não voltaram...
Taylor: Que bonito da parte dele levar a Emily pra tomar café-da-manhã!
Eu: Rs, falou feito uma garota agora! – e após eu falar isso, ele me olhou muito sério… foi sinistro…
Taylor: Feito uma garota que não seja como você, né? – ele falou ainda sério me encarando, no entanto sem eu dar prudência – Não, agora na vera Miley, por que você tem tanta bronca das pessoas que namoram? – Hm… ele tinha que perguntar?! Beleza, lá vou eu…
Eu: Sabe, não que seja bronca… é mais ou menos uma invídia…
Taylor: Você quis dizer inveja?
Eu: Não… – ele me encarou–… talvez… eu fico triste por ver tanta gente feliz no mundo com as suas almas gêmeas e, de repente eu percebo que não tenho! É um sentimento de angústia, que aos poucos se tornou tristeza… é ruim ficar sozinho , sabia? – eu falei muito dispersa e olhando lentamente pro lago que se localizava sob a ponte, e ele agachou o rosto pra me ver…
Taylor: Nossa! Tudo isso por causa do Nick? –eu olhei pra ele séria e tentando fazer uma expressão confusa… embora soubesse exatamente do que ele estava falando…
Eu: Não, nada a ver cara! Tipo, já me conformei sendo amiga do Nick! Inclusive nós vamos sair hoje e… – Ah minha Nossa! Eu já até havia esquecido do Nick… era pra estar lá em casa a duas horas … Deus! – … tchau, Taylor tenho que ir! – eu saí correndo do cais o deixando lá, parado sozinho sem entender necas da situação … mas ainda sim zombando do meu vestido… não sei porque, ele é tão lindinho… e, quando eu estava a menos de um metro de casa, avisto o gato saindo de lá……
… peraí, por que ele tá saindo de lá?? Será que ele foi me buscar? *-* Nossa, ele é tão cavalheiro… Acorda pra vida, Miley! Nem pensar em deixá-lo ir…Eu:NIIIICCCCCCCCCKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!! – ele me olhou assustado recolhendo a porta, enquanto eu me aproximava… –… Oi!
Nick: Oi! – esse foi o oi mais curto que eu já ouvi… com certeza o mais curto… será que ele ficou com raiva por eu ter atrasado 40 minutos??… ah, mas foram só 40 minutinhos de nada… e ups, eu já ia voando de novo…
Eu: Então, sua promessa… de passar o dia todo comigo… ainda tá de pé? – perguntei na cara mais doce que poderia fazer… e ele não tava me dando confiança nenhuma… é 1 pro destino X 0 da Miley… voltamos a escala banal… uh, uh ele abriu a boca… vamos lá Yns…
Nick: Sabe o quê que é, Miley?! – ele me olhou meio encabulado e coçou a cabeça – Se você tivesse me encontrado há uns 35 minutos atrás, até daria pra te cumprir a promessa… mas como não, é que… eu tenho outro compromisso também! –Droga! Porcaria de notícia maravilhosa que o Taylor tinha pra me dar… agora não vou passar o resto do dia com o Nick :( … ou talvez , passe!
Eu: Então, será que eu não poderia… ir nesse seu compromisso com você? – perguntei com um enorme sorriso, embora ela me retribuísse seriamente calado – am, eu não atrapalho, cê sabe, e, seja lá o que for eu sou pau pra toda obra! – disse fazendo um movimento de balanço com o braço, quando a feição dele mudava… ah, queira Deus que…
Nick: É, bem lembrado! Você é presente sempre! – ele disse com um sorriso lindo… ai ai… – você nunca fura, é uma pessoa do bem, que adora crianças… – aww! Ele é demais!
Eu: Pára! Tá me deixando sem graça! – eu sorri, retribuindo, enquanto parava pra analisar tudo o que ele havia dito… pessoa do bem, adora crianças… – O que crianças tem a ver com isso? – eu perguntei alta e curiosamente pra ele… cara, elogio sem nexo…
Nick: entra no carro! – ele me falou com um sorriso e as chaves do carro na mão, enquanto eu somente obedecia…

Demi on

Nossa, confesso que meu coração tá doendo desde o começo do dia por causa da Taylor, imagina um dia como esses, ainda cair da escada, o dia não deve tar sendo nada fácil pra ela… não mesmo… ah, a campainha… fui correndo até a porta e, ao abrir, vi o Joe com a Taylor ao lado, usando uma bota ortopédica e de muletas… ai… o coração voltou a apertar… eu olhava pra eles, e via a Taylor tentando fugir da situação, e o Joe, como sempre, pensando na morte da bezerra…
Joe: Então, podemos entrar? – ele disse me mancando, e abrindo mais a porta pra eles entrarem…
Eu: Claro, claro… – suspirei enquanto sacudia a cabeça –… desculpa eu me, distraí…
Tay: Ah, não, não tem problema… não mesmo… – ela falou mancando até o sofá, e sentando ao lado do Joe, quando eu os visualizava de pé…
Eu: Então… – tentei clarear o assunto, sem assustá-los… – o que…
Joe: O médico disse que a sortuda não vai precisar fazer aulas de educação física e que, é pra ela ter o maior repouso possível e imaginado! – ele me cortou já explicando tudo , e dando um super sorriso cínico.
Eu: Hum… Uau! E…
Joe: Isso que aconteceu com ela foi uma fratura interna do osso, como o meu bom irmão já havia falado antes! Falando nisso, cadê ele?
Eu: nossa! – ele me cortou ,e , corretamente soube responder a pergunta que eu não formulei – seu irmão am, saiu, há, pouco tempo atrás!
Joe: Foi pra casa?
Eu: Acho que sim! Ele disse que veio buscar a Miley, sendo que ela saiu hoje de manhã…
Tay: Deve ter acontecido algum desencontro!
Joe: Pois é, mas… – ele olhou pro relógio no pulso e rapidamente, mudou a feição –… nossa como ficou tarde né? Então eu, tenho que ir! – caramba, como ele foge!
Eu: Vai pra onde?
Joe: Tenho um… compromisso… de… família! Não posso faltar! – ele falou correndo em direção a porta e sem se despedir nem nada – Tchau gatas! Eu amo você! – ele piscou pra mim – e TayTay, vê se melhora! – ele fez um som com a boca, mandou uma balinha e rapidamente saiu de casa. Puxa, ele tem fugido bastante nos últimos dias… mas…
Eu: Minha Taylorzinha… – disse me jogando ao seu lado, no sofá –… tudo bem?
Tay: Claro, se não considerar a dor e a lesão, tou maravilhosa! – ai!
Eu: Foi uma pergunta infeliz essa! Mas, e no hospital?
Tay: Criancinhas feridas chorando e uma senhora com os ossos esfarelados! – ai! De novo! Não vou dar uma dentro hoje?! Melhor mudar o assunto… pra variar…
Eu: e o Joe? Ele foi um amorzinho hoje, não?
Tay: O máximo que ele fez foi dirigir na ida e na volta! E ainda falando com alguém no telefone!
Eu: Como assim “alguém”? Quem era esse alguém? – fui perguntando totalmente esbaforida na direção dela… agora ela me assustou… o Joe nunca gostou de celulares…
Tay: Hey, vai com calma! Achei que o papel de ciumenta da casa fosse da Miley, e não seu! – hum… ai?!
Eu: É… cê tá certa! Até porque o Joseph nunca me deu motivos pra desconfiar dele, não é, TayTay? – ela me olhou bem insossa… hunf, falta de namorado! E de algo pra fazer também… ô tédio!

Miley on

Minha nossa, eu esperava tudo do Nicholas, menos isso e… eu sabia que ele tinha um coração grande mas, não a esse ponto… com certeza isso só me fez gostar mais dele :D
Nick: Miley?
Eu: Oi! – falei meio que, acordando da situação… ainda estava meio emocionada com o ato de ele visitar instituições caridosas… tantas crianças doentes e , problemáticas que recebem um pouquinho do carinho e da atenção do Nick… ai, quero ser criança também…
XxX: Hey moça, você deixou sua toalhinha cair! – eu olhei pra frente terminando de pensar e não avistando ninguém, quando senti alguém puxando meu vestido e ao olhar pra baixo, um garotinho com uma cabeça enorme estava estendendo minha toalhinha… ah, ele é doente… mas é tão fofo… perdão por julgá-lo, Deus!
Eu: O-obrigada! – peguei a toalha ainda olhando fixamente pra ele… meu, qual é o problema dele?
XxX: Sou Theodore! – ele estendeu a mão bem alta pra mim…
Eu: E eu sou, Miley! Sendo que meus amigos me chamam de My ou Moranguinho ou…
Nick: Ela adora crianças! – ele falou me interrompendo, e pondo as mãos na minha cintura… ui, de repente a temperatura subiu rsrs… ah, o Theodore…
Eu: É lógico, que sim! Ainda mais, fofas como você, Theo! – eu falei mexendo com o narizinho do menino, ele é tão cute…
Theodore: Obrigado rsrs… – ele encolheu o rosto –… e a senhora também é muito fofa!
Eu: Awn! Obrigada! – disse pondo as mãos nos joelhos e me encolhendo pra ficar da altura dele…
Theodore: Hei Alison, vem cá ver uma tia que parece a boneca Emília! – hã? Esse garoto tá tirando uma comigo, né? Só pode…
Nick: rsrsrsrs… que criativo, Theo! – ele disse dando um abraço no menino… desrespeitador… – não achou, Miley?
Eu: Claro! Adorei sua brincadeira! – falei entre dentes e bem encolhida, quando veio pra perto de mim uma garotinha com… síndrome de down… nossa!
XxX: Uau! Você é linda! Igualzinha a minha boneca! – ela disse bem devagar, e logo em seguida colocando as mãos na boca e fazendo uma expressão de chocada… que gracinha!
Eu: Suponho que você seja a Alison né?
XxX: Sim, eu sou! Alison! – ela falou indicando com o dedo a relação entre ela e eu.
Nick: A Alison é a nossa princesa! E prima do Theodore!
Theodore: é isso mesmo! – Uau! Essas criancinhas tão, doentes e queridas e, definitivamente alegraram o meu dia… – am, a senhora quer conhecer meu melhor amigo? – Theo disse puxando meu vestido, novamente.
Eu: Ah. Mas é claro!
Theo: Vou chamá-lo! Agora! Mas, não se intimide! Ele é muito tarado! – ele falou saindo da sala – vem comigo, Alison! – disse puxando a mãozinha da Ali, e saindo da sala, deixando apenas eu e o Nick presentes.
Eu: Nossa Nick… seu compromisso é aqui?
Nick: sim eu, venho aqui todo o fim de semana. Amo muito essas crianças!
Eu: Elas são demais! E, o Theo e a Alison…
Nick: os pais morreram há quatro anos, eles moravam com a avó de 84 anos, no entanto ela deu um enfarto e, eles tiveram que vir pra cá. Ele tem um tumor no cérebro e ela síndrome de down, no entanto são crianças incríveis!
Eu: Hum-hum! Eles são ótimos!
Nick: E, os considero os meus melhores amigos! São deles que vem toda a minha inspiração!
Eu: Que lindo! – me referi aos dois, ao Nick, e a sua inspiração inspiradora… no quando estavam a minha volta umas oito crianças, todas bem pequenininhas, tais como os primos… – nossa, quantas crianças lindas!
XxX: Meu nome é Soraiah!
XxX: E o meu, Stacy! – duas lindinhas de pijama disseram sorrindo pra mim.
Theodore: Ah, tia My, aqui o meu, melhor amigo do mundo! Leonardo! – ele falou colocando o braço em volta do pescoço de um garoto, careca!
Eu: Prazer Leonardo! – estendi a mão pra ele.
Leonardo: O prazer é todo meu! – ele falou beijando a minha mão – você, é uma mulher com vestido de chita, linda!
Eu: Cumequié? – vestido de Chita? Qual é agora? E o Nick tá rindo novamente…
Nick: São crianças adoráveis, Miley! – ele disse prendendo o riso – hey, galera, quem quer jantar aí? – foram as ultimas palavras concretas que eu ouvi, depois de um enorme rebuliço, todo mundo se dirigindo a outra sala, e eu lógico, indo atrás! Ah… tinha tanta comida gostosa sobre a mesa, fui atacando direto junto com o resto dos babies, e , ao mesmo tempo, admirando o Nick, não só a beleza exterior, mas também a interior… ele faz tudo tão perfeitamente e , nunca é egoísta… devia me mirar nele… sabe, as horas foram passando, e as crianças falando do meu vestido, e mesmo assim, não guardava magoa de nenhum deles, pois eles me deram em fração de segundos a mensagem que eu não conseguiria decifrar em um milhão de anos,e que, mais uma vez, eu estava errada sobre a minha visualização do mundo…
Nick: Miley, vamos pra casa! – ele disse me cutucando enquanto eu olhava para os lados e não via mais infante cute nenhum…
Eu: Ué, cadê as crianças?
Nick: Foram dormir! Você não viu a coordenadora pondo eles nas camas não? – ele me perguntou, em tom de graça, enquanto íamos ao estacionamento, e ele me perguntando se eu gostei da tarde…
Eu: Amei o dia, Nick!
Nick: E as crianças amaram você! Levou muito jeito com elas, sabia?
Eu: é, eu também as amei! Muito obrigada!
Nick: Pelo que?
Eu: Por me mostrar, que a felicidade aparece nos momentos mais malucos e que, você pode ter tudo e não ser feliz, mas, você também pode ser feliz sem ter tudo!
Nick: É, uma filosofia diferente das que você costuma fazer, mas, parabéns! – ele falou abrindo a porta do carro pra mim e, cruzando o caminho para entrar – A, Soraiah sofreu um acidente de moto com o irmão mais velho, e o Leonardo tem, câncer!
Eu: Coitadinho! E, quanto…
Nick: Até os 29 anos! Mas ele é muito alegre, e isso contagia! – falou colocando as mãos no volante e pisando no acelerador, dando partida no carro –… ele é alegre como você é!
Eu: Valeu! Mas, não me considero alegre! Não mais! – suspirei voando um pouquinho da realidade… – sabe como é, você ter tudo num dia e, no dia seguinte, não ter mais nada? E você se sente vazio, triste e traído pelos que você amava?
Nick: Sei! Sei como ninguém! – oh! Dei mancada… o Nick sofreu tanto e, eu o relembrei desses momentos infelizes…
Eu: Ah, perdão Nick! Não quis mesmo…
Nick: Não, tudo bem! Pelo menos temos uma coisa em comum, né? – ele fez a cara triste mais linda do mundo… ah, não, não consigo vê-lo assim…
Eu: Além de gostarmos da Shakira, né? – tentei faze-lo sorrir sem muito sucesso…
Nick: Pode ser… – ele se mirou na estrada e somente na estrada, e o resto da viagem foi meio calada, ele pensando em algo e eu pensando no que ele estava pensando… quando, como sempre, ele chegou ao meu destino… – Entregue, Miley! – ele parou em frente a casa,
Eu: Obrigada! – ia saindo do carro de vez, e fugindo do silêncio mórbido…
Nick: Espera! – olhei pra trás sorrindo, com toda a esperança do meu coraçãozinho por uma reconciliação afável – diga para a Taylor, que eu anseio as melhoras!
Eu: Tah… – fiquei meio desiludida ao ouvir aquilo –… É só?
Nick: Am, até amanhã! – ele deu um sorriso sem graça enquanto eu descia do carro… só um momento, por que ele anseia melhoras pra Leãozinho?? Pensei pouco antes de entrar em casa, e ver a Demi escrevendo em dois cadernos, e a Taylor com uma bota na perna apoiada sobre o pufe… que será que aconteceu?
Demi: Ah, boa noite, Miley!
Tay: Ainda com o mesmo vestido! – ela me olhou admirada e com um ar de tristeza – como foi o dia?
Eu: com certeza melhor que o seu! – eu disse apontando enojada pa perna dela e a Demi já vinha me encarando – Que foi? As aparências demonstram!
Demi: Sensibilidade e cérebro são importantes em momentos como estes!
Eu: Desculpa mãe! Então eu vou, dormir! – falei subindo as escadas no momento em que bocejava e também lembrava do Nick –… Hum, o Nick deseja melhoras! – pisquei pra ela, e terminei de subir as escadas, missão encerrada…

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Prontinho! espero que gostem ;{)
Beijos!

domingo, 29 de agosto de 2010

Capítulo 9 parte 2

Oi pessoal, quanto tempo! Hm... acho que, dessa vez nem demorou tanto né? Vida boa??? E quem ficou feliz pelo fim de Miam ? õ/ Eu odeio o Liam mas, quando vi saindo da boca dele que ele e a Miley não estavam mais juntos, deu vontade de dar um beijo nele... arf, foi mau perturbá-los... enfim:

New Histories ≈ E aew? Pesquisou sobre o Taio Cruz??? Tomara que sim ! E, obrigada, acho que eu ainda não disse, adorei a sua nova fic. E, por nada, adorei escrever as coisas, mas, acho que com a sua criatividade e inteligência nem deve ter dado muito trabalho… me senti lisonjeada com os elogios! O Armando manda beijos, eu também rs : )

Pam :) ≈Somos parecidas em algos? Rsrs, maravilha! Adorei a palavra mamamamamarara, e obrigada ! Ah, Pam, por acaso, você já fez o MSN??? Caso sim, pode me passar *-* obrigadinha, beijos!

Daniel ≈ Ah, a música é perfeita né?? Sou viciada nesse som! E lógico que, não podia responder um comentário seu sem dizer “obrigada” valeu por reparar nisso : D Beijos!!!

Tay Tay ≈ Rsrs, obrigada! Totalmente sem pé nem cabeça, mas, por enquanto! Tou postando, beijos!

Anônimo(tainan) ≈ Em 1º- obrigada, 2º- Eu irei divulgar e 3º- Eu estou seguindo e,cheguei a comentar no blog de vocês agora, só me expliquem por que vocês não leram ou , responderam o meu comentário?! Deixou-me seriamente triste, parece que não quiseram responder, por favor respondam essa pergunta! Beijos!

Bebella ≈ Ah amiga Linda com rosto de Selena Gomez! Valeu, e quero conversar mais vezes com você!Você entra tão pouquinho... obrigada ^.^ yeah, somos duas lovers do Taio e da Ke$ha, definitivamente DIVOS! Se eu demoro, a culpa não é minha, é do meu cérebro rsrsrs… beijos!

Dêeh . ≈ Obrigada *-*! Tá tudo bem mas, acho que, se você for tão boa pra falar sobre você quanto é pra escrever fics. Aposto que sairia 10! Que bom que ama o Taio, ele tem uma voz linda ♥ ah, o Armandinho disse que está com saudades, beijos!!

Duncan ≈ Batidinhas? Legais? Perdão meu amigo, mas o Taio Cruz ar-re-ben-ta! E sim, Pit Bull é meu rapper favorito, sem contar que tem o mesmo nome do meu primo rs… Obrigada, depois de toda essa ultra-definição inteligente sou eu? Rsrs, beijos!

Anônimo ≈ Já estou postando!

Lyla Burkek ≈ Amiga do Armandinho! Ele me falou sobre você :{) valeu por seguir o blog, muito obrigada, espero que continue acompanhando! Beijos!

Capítulo 9 parte 2:

Taylor on

EU-NÃO-ACREDITO!!! A… Miley… é… é… ela … não pode ser! Não, eu , devo ter ouvido errado ou… ou…
Miley: … Taylor??? Tem alguém aí?
Eu: … – permaneci a encarando sem reação , enquanto ela sacudia a mão na frente do meu rosto… cara, impossível, ela sofre bulimia? – …
Miley: Tá bem vigoréxico, se não quer falar, não precisa. Eu também não preciso de você … – ela já ia levantando da cadeira no quando eu a puxei de volta – …Auu! Vai com calma! – eu a encarei novamente enquanto ela se espanava com a mão – … agora acordou, é?
Eu: Miley, eu… juro que não entendo!Por que razão feia ou merreca você tem bulimia? – ela me olhou já bufando e retomando a fala.
Miley: Argh! Eu também, juro que não entendo! Você é o cara que tem Síndrome de Adônis desde os 15 anos e acha feio ou “merreco” eu ter bulimia? – abaixou os dedos que usara pra fazer aspas, e me olhou suspirando – Você já tentou viver num mundo onde, tudo que acontece ao seu redor, dá errado e por incrível que pareça a culpa é sempre sua?
Eu: Só me sinto assim quando saio com a Selena! – eu ri e ela voltou a falar, olhando pra baixo tristemente.
Miley: …e, de repente você não tem mais controle com sob si mesmo, tudo o que mais faz é comer e, gastar a sua mesada com purgantes e laxantes pra, vomitar ou esvaziar tudo o que ingere?! É ridículo eu sei, mas, se não fizesse isso, a vida se complicaria e , já que faço, ela continua complicada! Tem vezes que eu tento parar mas, eu me olho no espelho e vejo que é impossível! E eu sei que tou sugando o seu tempo, mas poxa, pelo menos tou desabafando com alguém que sabe o que eu sinto, e sabe que nada disso é mentira! – ela terminou de falar arquejando , e me notou a encarando imobilizado – … que foi?
Eu: “merreco”?
Miley: Aff! Faça-me um favor, Taylor! Já não basta ser doidão, agora vai medir as minhas expressões ? – é, por um lado ela tá certa, depois daquela esfera discursiva tão longa, tudo que eu tive a dizer foi “merreco” mas poxa, a palavra é sinistra… ela tem que me perdoar… e eu também… – … congelou de novo?
Eu: Não. Am, você tá certa. E explicita. Eu sou um doidão mesmo! Foi mal, e, minhas condolências ao quadrado pra você !
Miley: Ou, cara! Eu não quis te deixar com remorso não, valeu! E, obrigada pela razão! – ela sorriu meio de lado e se levantou – …Agora, a dupla problemática tem que ir pra escola. Faltar duas aulas seguidas é encrenca!
Eu: Acho que faltar uma só já se torna encrenca, quando se trata de um aluno tampouco estudioso feito eu!
Miley: Rs, temos isso em comum! Enfim, vamos em frente! Temos aula de música em vista, vigoréxico! – ela disse cheia de humor negro pra mim, enquanto eu a encarava sério.
Eu: Quer que eu te pegue um alto-falante?
Miley: Desculpa! – ela falou se recolhendo, e sentando na moto abraçando a minha cintura…

Nick on

Hum… o Joe mentindo, a Demi se preocupando, a Emily no teatro, o David de palhaçada (mas isso já se tornou irrelevante) , a Taylor estudando pro provão e a Selena com cara de tapiretê… mas em que escola eu vim parar?! Se já não bastasse a vida enigmática, senta bem ao meu ladinho a pessoa mais amoladora que eu conheço…
David: Nick, qual desses apelidos você acha melhor eu dar a Emily, agora que estamos namorando : a chamo de fofurinha, que o final me lembra o antigo, batatinha; ou chamo babemi, que começa com as mesmas iniciais de batatinha, e termina com “emi” dela mesma!?
Eu: Você já experimentou o “Só sei perturbar o meu amigo com as minhas infantilidades” ou o “Falo de mais, penso de menos” ? hein? – eu falei amofinado pra ele enquanto o David me retrucava confuso.
David: Credo Nick! Aja falta de criatividade! NUNCA apelide uma namorada sua assim, viu? Eu hein. Em pensar que é da fofa da Emily que a gente tá falando! – ele saiu resmungando enquanto eu o olhava de rabo de olho… ele acha mesmo que é da Lily que estamos falando?? Que louco! Eu sacudi a cabeça tentando esquecer do que rolou há três segundos atrás, e quando levantei vi nada mais nada menos do que dois farofeiros entrando na sala de música.
Miley: Com licença professora! – ela disse entrando e sendo seguida do Taylor.
Professora: Atrasaram-se!
Taylor: Pelo menos, chegamos!
Professora: Hum… dessa vez eu deixo passar, mas da próxima, serão duas advertências!
Miley/ Taylor: Sim,senhora!
Professora: Agora procurem um lugar pra sentar e tentem não desviar a atenção da aula!
Miley/ Taylor: Sim senhora! – foi cada um pra um canto, e eu retornava meu olhar ao vídeo da aula, e quando me toquei a Miley estava sentada ao meu lado.
Miley: Bom dia Nick!
Eu: Hehê, bom! – eu a olhei e sorri sem vontade, enquanto ela continuava falando.
Miley: Perdi muito da aula?
Eu: Na verdade, o vídeo começou agora!
Miley: Hum-hum! – ela sorriu quase que afobada pra cima de mim e , num movimento de três segundos, olhou pro vídeo, fingiu prestar atenção me deixando mais calmo e novamente voltou a olhar pra mim falando – … você quer saber onde eu estava até agora?
Eu: Não, obrigado!
Miley: Tá, eu conto! – Essa menina escuta por algum acaso ? – … o Taylor me levou pra tomar café da manhã numa lanchonete incrível, comi tanto lá que… – ela prosseguiu falando e veio na minha mente que ela sofria com bulimia, portanto comer muito não era um bom medicamento, pelo contrário ,só a atrapalhava a parar com aquilo – … e aí, eu olhei pros olhos do Tay e, lembrei que tinha aula de música! Rsrs, não foi super chistoso?
Eu: Co-Mé-Dia! – falei sem nem a olhar, prestando completa atenção no vídeo musical que estava passando, e a Miley fizera o mesmo.
Miley: Nossa, a Shakira é chata né?
Eu: Hm, eu não acho! – ela me olhou surpresa e logo retomou a atitude espontânea e que não enganava a ninguém.
Miley: Não?
Eu: Não, por que você acha?
Miley: Am… não acho!
Eu: Você disse que achava! – falei meio confuso enquanto ela me cortava.
Miley: Mudei de opinião!
Eu: a…
Miley: rsrs, nós dois gostamos muuuuuuuuuuito da Shakira! Hahá, temos tanto em comum não é , Nicholas?
Eu: Claro… – falei meio ambíguo e pensando o por que algo me dizia que ela não estava sendo franca… deixa pra lá…

Demi on

Vinte e cinco minutos, a chata da professora nos fazendo escutar Shakira e a vozinha da Miley rindo sem graça com o Nick … mas eu não tava nem aí… já tem cinco vezes que eu quase caí da cadeira pra procurar o Joseph… e tem alguém estranhando…
Tay: Demi! – ela sussurrou olhando bem séria pra minha cara, ah é, sussurro pra não sair da sala, lembrei do que aconteceu com a Miley na ultima aula… melhor responder sussurrando também!
Eu: oi? – eu respondi com a mão sobre a boca, olhando pra ela…
Tay: Tá com dor na coluna? – ela fez a maior cara de duvida. Que pergunta sem noção…
Eu: Não! Por que a pergunta?
Tay: Você fica se contorcendo na cadeira a cada dois minutos que transcorre!
Eu: ah… isso! Não é nada, eu tou procurando o Joe!
Tay: Ele tem inglês agora! Não tá na nossa aula! – inglês? Engraçado, a Taylor sabe e eu não… mas, deixa pra lá…
Eu: Hum… valeu! Nem sabia! – ela sorriu meio sem absolvição e voltou a olhar pro lado – … tá tudo bem, mon amour?
Tay: Claro, sem falar que o seu primo tá cutucando o meu braço… com licença! – a cabeça dela foi à direção do Taylor, e, sem ela pra conversar comigo, a voz da Miley gargalhando coisa alguma com o Nick voltou a predominar na sala de aula, e a cara de bruxa da professora procurando quem estava falando, não foi a melhor das expressões do dia…

Selena on

Ai, já chega! Já é a hora! Tou enrolando demais, e isso tá atrasando a vida de todo mundo… tenho que falar com o Taylor e já, já que ontem não deu… vai ser agora mesmo… mas ele tá conversando com a Taylor… ah, tanto faz…
Tay: … eu já disse que não!
Taylor: Você… talvez quisesse sair comigo se eu te levasse pra comer … sushi? – credo! Com certeza o Taylor não conquista as garotas pelos encontros… hum… tomei alento pra cutucar o ombro dele e interromper a conversa… ele me olhou muito confuso… normal vindo dele … – Oi Selena! É você!
Eu: Eu acho!
Taylor: Am… – ele se voltou completamente pra mim – … o que você quer?
Eu: Calma! Não precisa ficar com tanta exaltação,não! Eu só quero falar uma coisa e depois, você pode voltar a combinar o seu… jantar! – falei olhando sem criatividade pra Taylor… – am, eu já era pra ter dito ontem mas…
Taylor: Eu sei, a minha mãe chegou e atrapalhou tudo! Mas, diz aí, o que você queria dizer ontem e não disse?
Eu: Er… é, exatamente o que eu quero te dizer agora! O assunto é, delicado, então… é melhor termos maturidade nesse momento!
Taylor: Mais maturidade do que te ouvir falando palavras grandes sem rir, eu não conseguiria ter! Portanto, prossiga! – ah , que vontade de matar o Daniel! Sempre tirando sarro de mim mas… ele tem razão, melhor prosseguir com o assunto.
Eu: Eu andei pensando muito, na minha vida e, na sua e… er… eu…
Taylor: Fala! – eu olhei pra ele e suspirei, olhei pra baixo só mais uma vez antes de fazer algo que mudaria parte da minha usualidade , e até da minha vida mesmo, voltei a olhar pra ele e a forma como que, mesmo sem muita prudência, ele soube fazer a minha pessoa bem e, acho que a hora de falar… respirei de novo e ajeitei o cabelo, olhei seriamente pro Taylor e… que ótimo! O sinal tocou! Era hora da saída, eu enrolei o Taylor e não prestei atenção na aula… apesar de que nas aulas, eu nunca presto atenção… encrenca! Ele já ia saindo quando eu apertei o passo pra mais perto dele e, tentei me adiantar no assunto, não tá dando mais pra enrolar!

Miley on

O Nick tá tão estranho, sei lá, parece que, fugindo… da mesma forma que o Joe não tá encontrando com a Demi… deve ser coisa de irmãos! Ah, de qualquer forma, olha o gato se levantando do bebedouro…melhor ir atrás…
Eu: oi Nick! – ele me olhou lentamente e, bem sério, estendeu a mão e acenou de leve.
Nick: Oi!
Eu: Você, tem companhia pra ir pra casa hoje?
Nick: Não obrigado, vou com o meu carro!
Eu: Ah, aceito a carona! – eu sorri abertamente pra ele , que estranhou a minha reação… am, ele não ia me fazer um convite? Deixa pra lá, ele abriu a boca pra falar, melhor continuar escutando-o…
Nick: mas eu, não te disse… am, deixa pra lá, vamos embora! –ele seguiu caminhando e comigo atrás bem feliz, até o estacionamento, e encontrarmos a Taylor indo pra casa sozinha… não no meu tempo!
Eu: Hey, Leãozinho! U-hul! – acenei bem alto até ela me avistar – o Nick ofereceu carona! Vem!
Nick: Ah… mas… eu… – ele bufou tristonho e olhou pra baixo…
Eu: Que foi?
Nick: Nada! – ele se posicionou alertamente e gritou pela Taylor, que veio normal até nós … – que bom que aceitou a carona!
Tay: Que bom digo eu, senão teria que ir a pé! Obrigada!
Nick: Ah, não por isso! – eles sorriram um pro outro e ele abriu a porta pra Tay entrar no carro… aww, que bom que minha prima se dá tão bem com meu… hunf, “amigo”… mas só porque ele quer… hum… melhor entrar no auto de uma vez…
Eu: Então, o que achou da aula de hoje Leãozinho?
Tay: Am, boa?
Eu: Nossa Taylor, perguntas são pra serem respondidas com respostas , e não com outras perguntas mas, fala sério, a Shakira arrasa né? – disse fazendo aquela dancinha do ventre da Shakira falsamente.
Tay: Engraçado, podia jurar que você havia dito que não gostava da Shakira! – glup! Nesse momento, o Nick me olhou ainda dirigindo e bem sério, e com ar alvorotado… a Taylor estava falando a verdade mas, já que o gato gosta tanto da Shakira, precisava gostar também… ou pelo menos, fingir que gostava…
Eu: Que isso prima, endoidou? A Shakira é… hum… diva! – falei com a voz mais do que fina e os braços quase lá em cima… o Nick voltou a dirigir normalmente e a Taylor dessa vez foi quem fez a expressão confusa… mas, antes ela do que o gato… – vamos parar de falar da aula, já encheu o saco né? Vamos conversar sobre… amanhã! Você vai sair comigo, né Nick?
Nick: Na verdade , já havia até esquecido disso, mas, já que tocou no assunto, achei que fosse passar o sábado com o Taylor… têm passado tanto tempo juntos!
Tay: Pois é! – ownt! Que bonitinho! Eles estão com ciúmes … bem, da parte da Taylor eu tenho certeza, agora, o Nick eu já não sei… o habitual dele é ser sério mesmo então…mas de qualquer forma, eu tou na torcida pros ciúmes (yn) !
Eu: ah… mas… eu cumpro as minhas promessas ou , no caso dessa semana, as suas rs… bem, eu não marquei nada com o Taylor então, seremos nós dois no fim de semana! – outra fala mais do que dramatizada! Mas tenho que confessar que dessa vez pareci uma bêbada falando…
Nick: Hum… acho que, então… okay!
Eu: Tá!
Tay: Bom pra vocês!
Eu: Claro! – eu sorri balançando as pernas com as mãos em cima, mas por dentro me segurando pra não gritar, nem acredito que vou passar o sábado inteiro com o Nick… a emoção foi tanta que… eu senti o meu corpo cada vez mais leve e tudo ficou preto do nada… anyway, love&peace ♥

*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Espero que tenham gostado do capítulo merreco que eu fiz! E da Miley doidona também, sei,sei, ficou merdoroso!
Mas, voltando à semana passada, fiquei feliz em saber que quem lê o blog gosta do Taio Cruz : ) , obrigada por não ignorarem a pergunta! Pessoal nota 100000000000000…


…beijos!!!